Ganassi domina em Richmond e Scott Dixon vence a corrida.

domingo, 28 de junho de 2009

Olá amigos da velocidade, olá amigos da Fórmula Indy.

Desta vez, a corrida que rolou no sábado a noite, SEM a transmissão da BANDida (que passara o Festival de Parintins) foi, mais uma vez (sim, eu fiz um trocadilho proposital rs) uma corrida dominada pelos carros vermelhos da Ganassi.

Nos treino classificatórios, os 2 carros já dominaram, com Dario Franchitti largando em primeiro e Scott Dixon em segundo, seguidos dos 2 carros da Penske com Hélio Castroneves e Ryan Briscoe. Entre os demais brasileiros, Raphael Matos largou em uma ótima 6ª posição, Tony Kanaan foi apenas o 17º e Mário Moraes o 19º colocado.

A corrida em Richmond foi mais previsível do que poderia se esperar. Na largada, Franchitti e Dixon mantiveram as posições, seguidos de Hélio e Briscoe. Entre os destaques, Tony que veio em uma de suas largadas relâmpago e o bom desempenho dos outros carros da Andretti Green. Hideki Mutoh, Danica Patrick e Marco Andretti estavam entre os 10 primeiros.


Mas logo o trabalho da Ganassi começou a ficar mais fácil. Primeiro foi Briscoe que abandonou a prova ainda na volta 26 da corrida, ao perder a traseira e acabar com a traseira de seu Penske no muro. Com as Bandeiras Amarelas acontecendo várias vezes na corrida (Jacques Lazier e Mike Conway provocaram algumas das principais da prova), as equipes colocaram em prática as suas estratégias de box.

Os carros da Andretti Green se arriscaram em uma estratégia suicida, no começo da prova em YF causada por Jacques Lazier, eles não pararam no pit, a exceção foi Tony que apenas reabasteceu seu carro. Com isso, o baiano conseguiu subir para o top 10 da corrida e Mutoh e Danica tornaram-se líderes da corrida, com os carros da Ganassi logo atrás. Franchitti não quis saber de perder tempo e fez bela ultrapassagem em Danica por fora. Depois esperou pacientemente pelo pit de Mutoh, que assim como Danica, teve que parar em bandeira verde.

A corrida foi nessa balada até por volta do giro 250 quando Hélio, após ter feito pit, não conseguiu segurar seu carro saindo de frente na curva 3 e bateu no muro. Fim de corrida para a Penske e que acabou com as chances que os carros da Andretti Green tinham de vitória, pois os carros da Ganassi eram os únicos que ainda não tinham parado, todos os outros pararam em bandeira verde.

No final, Dixon passou Franchitti no último pit stop da corrida. Eram seguidos por Graham Rahal (Newmann Hass) mas este não tinha como atacá-los. A vitória ficou com Dixon com Franchitti terminando pertinho dele pra aparecer na foto. Rahal foi o terceiro e depois dele todos os carros da Andretti Green: Mutoh, Danica, Kanaan e Marco. E logo a seguir Raphael Matos em 8º lugar. Mario Moraes tinha um péssimo carro para a corrida e terminou na 16ª posição, 3 voltas atrás dos líderes. Aliás, apenas os 5 primeiros colocados acabaram na mesma volta do líder.

Franchitti assumiu a liderança do campeonato com 279 pontos, 1 ponto a mais que Dixon, o segundo colocado (278). Briscoe é o terceiro com 253, Hélio o quarto com 225, Kanaan é o 7º com 190, Matos o 11º com 144 e Moraes o 16º com 122 pontos.

Até mais!

Final:

1°. Scott Dixon (NZL/Ganassi), 250 voltas em 1h29min20s9758
2°. Dario Franchitti (ESC/Ganassi), a 0s4592
3°. Graham Rahal (EUA/Newman-Haas-Lanigan), a 1s6808
4°. Hideki Mutoh (JAP/Andretti Green), a 46s4615
5°. Danica Patrick (EUA/Andretti Green), a 47s6527
6°. Tony Kanaan (BRA/Andretti Green), a 1 volta
7°. Marco Andretti (EUA/Andretti Green), a 1 volta
8°. Raphael Matos (BRA/Luczo Dragon), a 1 volta
9°. Robert Doornbos (HOL/Newman-Haas-Lanigan), a 1 volta
10°. Dan Wheldon (EUA/Panther), a 1 volta
11°. Tomas Scheckter (AFS/Dreyer & Reinbold), a 1 volta
12°. Ed Carpenter (EUA/Vision), a 1 volta
13°. E.J. Viso (VEN/HVM), a 1 volta
14°. Justin Wilson (ING/Dale Coyne), a 2 voltas
15°. Ryan Hunter-Reay (EUA/Vision), a 2 voltas
16°. Mario Moraes (BRA/KV), a 3 voltas
17°. Helio Castro Neves (BRA/Penske), a 5 voltas

Comments

3 Responses to “Ganassi domina em Richmond e Scott Dixon vence a corrida.”
Post a Comment | Postar comentários (Atom)

Felipão disse...

Que azar dos brasileiros... Deus do céu...

29 de junho de 2009 16:53

ô corrida chata, a Indy ´ta se equiparando a F1 em matéria de chatice....

29 de junho de 2009 20:37
Loucos por F-1 disse...

Maeda, graças a BANDida, não pude assistir a corrida. Mas, os brasileiros não foram nada bem né. O Helinho beijou o muro, que bosta.

Abraço!

Leandro Montianele

29 de junho de 2009 21:42

Postar um comentário

Gostou do Blog da Fórmula Indy?
Deixe seu comentário e ajude a incentivar a Autosfera Brasileira!
I am Indy!