Diário de um Piloto Virtual: Quero contratar o Brawn!!!

sexta-feira, 3 de abril de 2009

Olá amigos da velocidade, olá amigos da Fórmula Indy.
Vamos para os resultados das corridas desta semana. Agora que já tenho meu calendário de corridas virtuais estabelecido, talvez eu até poste ele no meu lateral do blog, tenho as semanas bem definidas. As corridas são de terças e quartas feiras. Em uma semana corro na Nippon de terça e GT na quarta. Na outra é a F1-1979 (Heroes) na terça e Nascar VRA na quarta. Além, é claro, da Fórmula Indy no domingo.
Bom nesta semana, tive as corridas da Nippon e GT. Vamos para elas:
Na terça feira, fui com a Nippon para o circuito de Phillip Island, localizado na Austrália. Uma pista de média velocidade, com curvas traiçoeiras que começam abertas e fecham no meio (algo semelhante às curvas finais de Sepang...). Fui para o qualify já não esperando grande coisa, pois de joystick não estava conseguindo me achar nesta pista. Lembrando que neste campeonato temos direito a 4 voltas, 1 de saída - 2 lançadas - 1 de volta para os boxes. Na primeira lançada errei na curva Honda Corner, um grampo bem fechado. Na segunda conseguir garantir um 10º lugar. O grid estava bem cheio com 17 carros e a corrida teria 37 voltas. 
Na largada, alguém lá na frente de uma de Barrichelo e empacou no grid... kkkk. Como não somos uma "Brastemp" um foi batendo na traseira do outro, mas sorte que não meu carro não foi muito danificado. Adotei uma estratégia conservadora e nem tentei fazer ultrapassagens, fiquei em 10º até o meu pit stop. E ali já fiz besteira. Conversando com meu companheiro de equipe, achamos que seria possível ir até o fim da prova sem trocar os pneus. Ele lembrou de olhar o desgaste e viu que precisaria trocar. Eu não .... fiz o pit, não troquei os pneus e voltei para a pista. Faltavam umas 15 voltas para o fim e o carro não parava quieto na pista. E os pneus ficaram tão desgastados que o dianteiro direito furou. Consegui chegar ao pit e mais um erro. A equipe trocou apenas o pneu furado, então tinha 1 pneu novo e 3 desgastados, ficou pior do que estava. Fui com muito custo até o final, mesmo escapando da pista 1 vez, perdendo o bico, fazendo o pit para recolocá-lo. Era uma corrida onde eu poderia ter terminado em 7º ou 8º. Fiquei em 12º lugar mesmo.

 
Caí para a 14ª posição no campeonato com 2 pontos. A próxima corrida será no dia 14/04 em Pukekohe Park, na Nova Zelândia. 
 
 
 Na quarta foi a vez de eu ir com a GT para Monza, tradicional circuito italiano. Se em Phillip e em um carro estilo Fórmula já foi dificil, em Monza e em um carro estilo Turismo foi pior ainda para segurar no joystick. Mas fui mesmo assim. E pude perceber que Monza não é uma boa pista para corridas de carros turismo por ser estreita, ter muitos pontos de freadas fortes, nas quais freamos muito, mas muito antes dos pontos de freada de um Fórmula. Fora o fato de que nas chicanes, aquelas "lombadinhas" colocadas para evitar que pilotos cortem a maledita por ali nada prejudicam os carros (e esse foi um problema na corrida, evitar que os pilotos de má fé tivessem vantagem passando por ali).

No qualify (lembrando: aqui é apenas 3 voltas, aquecimento - lançada - volta para o box), o ponto crucial seria não errar as freadas senão a volta já seria perdida. Fiz o "arroz com feijão" basiquérrimo e consegui um ótimo 8º tempo. E grid cheio: 20 carros. Muitos erraram a volta e consegui mais uma vez ser eficiente e certeiro na volta lançada.

Na largada.... imaginem aquela chicane logo após a reta dos boxes.... só ia dar problema. Carros com pneus frios, as freadas são lentas.... foi um belo strike. Pro meu azar, eu até larguei bem, mas fiquei encaixotado e tive que passar por cima da área das lombadinhas.... levei um stop and go que já acabou com qualquer pretensão minha na corrida. Cumpri e voltei em último, uns 8 segundos atrás do carro à minha frente. Aproveitando a pista livre, comecei a andar forte e fui chegando nele, também contando com os erros e toques entre os pilotos.

Como dizem por ae... chegar é uma coisa, passar é outra. Era muito arriscado tentar a ultrapassagem de joystick, todas as vezes que eu chegava perto do carro da frente, não sei o que acontecia, eu errava. Fui para o pit programado (seriam 2) e voltei em 12º. Pressionei o 11º por várias voltas. Em algumas voltas eu errava e cortava a chicane, mas não me aproveitei disso para ultrapassar o cara. Umas 8 voltas depois consegui passar ele, mas já estava perto do 2º pit stop. E nesse pit, eu ainda não vi no replay, mas recebi um Drive Thru por ter passado em cima da linha branca na saída dos boxes. 

Quando fui fazer ele, deu "tilt" na minha cachola e em vez de só passar no box, eu parei no pit. A equipe começou a fazer mais um pit stop kkkk. Eu já irritado e puto da vida fiquei de olho se vinha alguem pelo pit lane. Não vinha, quando fui engatar a primeira marcha apareceu um carro entrando no pit a frente. Não deu nem tempo, bati nele. Ae engatei a ré para sair de cima do pit dele. Quando fui engatar a primeira.... PUFF!!! Já elvis o câmbio e fim de corrida. Eu ficaria em 13º mas as regras do campeonato só dão pontos para aqueles que terminam a corrida, então fiquei como DNF.

 
A próxima corrida da GT será no dia 15/04, em Buenos Aires/ARG. Eu ainda não sei em que configuração da pista será. Em breve informo por aqui.

Agora me digam, estou ou não precisando contratar um ótimo engenheiro pra orientar o pseudo-piloto virtual aqui? rs

Até mais.

Comments

4 Responses to “Diário de um Piloto Virtual: Quero contratar o Brawn!!!”
Post a Comment | Postar comentários (Atom)

Ron Groo disse...

Já ta parecendo o Ruimbinho do tempo da Ferrari hehehe. Assim cê não escapa.

3 de abril de 2009 11:54

Vc anda no estilo do De Cesaris cara, vc tem que correr que nem o Nigel Mansell!rsrsrs

3 de abril de 2009 15:24
Felipão disse...

hahahahaha

e que economia é essa??? Trocar só o pneu que tá furado??? hahahahahah em tempos de crise, até que vale como desculpa. E tenho essa opinião sobre Monza tbem. Deve ser um pé no saco pros profissionais correrem em monza...

3 de abril de 2009 19:50
Leandrus disse...

Hahahaha! Cara, eu me senti agoniado já lendo isso, imagino você na hora, correndo e enfrentando todos os problemas; eu já tinha jogado o joystick longe!

4 de abril de 2009 18:50

Postar um comentário

Gostou do Blog da Fórmula Indy?
Deixe seu comentário e ajude a incentivar a Autosfera Brasileira!
I am Indy!