Próxima Parada: 1ª etapa de 2009 - GP de St. Petersburg

segunda-feira, 30 de março de 2009

Olá amigos da velocidade, olá amigos da Fórmula Indy.

Agora, passada a abertura da Temporada 2009 da Fórmula 1, o blogueiro que aqui vos fala só terá olhos para a abertura da Temporada 2009 da Fórmula Indy rs.

Vamos aos dados da pista, o circuito de rua de St. Petersburg, localizado no Estado da Flórida/EUA.

Traçado do Circuito de St. Petersburg

St. Petersburg realiza eventos automotivos desde 1985, as primeiras foram com a categoria Trans Am, mas devido às grandes chances de acidente, as corridas foram suspensas. Apenas em 1996, a cidade voltou a receber corridas, mas com um novo traçado conhecido como Tropicana Field que durou apenas até o ano 2000. A configuração da pista como é atualmente surgiu em 2003 e a extinta ChampCar deu início a nova era das corridas em St. Petersburg. Mas logo foi suspensa novamente pela falta de patrocinadores (como aconteceu neste ano com o GP de Detroit). Em 2005, a Andretti Green Promotions (ainda não sei se faz parte da equipe, mas deve fazer) assumiu a sua administração e, após algumas mudanças de traçado, a corrida entrou em 2005 para o colendário da IRL

A pista possui 2,9 km e a prova terá 100 voltas. Já venceram nela 3 pilotos diferentes. Dan Wheldon (2005), Helio CastroNeves (2006 e 2007) e o vencedor de 2008 (mais abaixo no texto). No ano passado, o pole position foi Tony Kanaan (Andretti Green) com o tempo de 1.02.5322 com Will Power (KV Racing) com 1.02.6096 e Justin Wilson (Newman Hass Laningan) com 1.02.6426.


E o vencedor foi Graham Rahal (na foto ao lado do grande Bobby
Rahal), sua primeira vitória na carreira da Indy, após 2 horas 00 min e 43 segundos, com Hélio Castroneves em segundo, Tony Kanaan em terceiro, Ernesto Visto (HVM) em quarto e, aposto que muita gente não se lembra (nem eu na verdade... ) Enrique Bernoldi (Conquest) em quinto.

Aconteceram 6 Bandeiras Amarelas, que duraram no total 29 voltas. A volta mais rápida foi de Tony Kanaan com 1.03.8874.

Edit: Programação do fim de semana da corrida (fonte: BlogdaIndy.com)

Sexta-feira (03/04):
11h45 às 13h15 - 1º treino livre
16h25 às 17h25 - 2º treino livre

Sábado (04/04):
09h05 às 10h05 - 3º treino livre
09h05 às 10h05 - 3º treino livre
11h50 às 13h20 - Treino classificatório

Domingo (05/04):
09h30 às 10h00 - Warm-up
15h00 - GP de St. Petersburg

A rede Bandeirantes ainda não confirmou a transmissão no canal aberto, provavelmente transmitirá pelo BandSports. Quem preferir, no site oficial da IndyCar eles passam a corrida por streaming.

Mais informações, vou atualizando este post. Até mais!

fontes:
http://www.superspeedway.com.br/irl/stpetersburg.asp?ano=2008
http://www.etracksonline.co.uk/NAmerica/USA/FL/stpetersburg.html
http://www.indycar.com

Abertura de Temporada da F-1: Foram tantas emoções ....

sexta-feira, 27 de março de 2009

Olá amigos da velocidade, olá amigos da Fórmula Indy.

Bom, eu não anunciei antes mas estou tentando mudar um pouco meu estilo de postagens. Depois de muito pensar, percebi que é mais fácil seguir a linha de post's com análises pessoais do que tentar fazer a linha jornalística. Então daqui pra frente vou tentar variar mais os estilos.

O mundo da velocidade está em polvorosa neste fim de semana com o início da temporada da F-1. Após os quase intermináveis 5 meses de hiato entre a última etapa do ano passado, em Interlagos, e a primeira deste ano em Melbourne/Austrália.

Depois de várias mudanças nos carros para este ano, desde ao dramalhão mexicano que foi o fim da Honda e o surgimento da Brawn GP, as asas dianteiras enormes, ao estilo do bigode do Mário Thiessen da BMW, às estranhas asas traseiras estreitas e altas, às discussões sobre saídas de escapamento da Ferrari, de aletas aerodinâmicas "orelhas de burro" da Williams, dos difusores de ar traseiros de Toyota, Williams e Brawn GP, à mudança e desmudança do sistema de pontuação para este ano e, por fim, às surpresas dos tempos de algumas equipes nos testes de pré-temporada, tudo indica que a temporada 2009 da F-1 será das mais movimentadas. Eu não diria emocionantes por enquanto, afinal sou cético o suficiente para só dizer algo do tipo após a corrida de domingo.

Mas que a F-1 abalou as suas estruturas e ficou o tempo todo no topo da mídia mundial, ficou e muito. Sinal que nossa "querida" dupla de velhacos Mosley e Ecclestone sabe como dar imenso, eu diria enooooooooooooorme destaque, à F-1. Imagino o quanto em $$$ eles devam estar recebendo agora.

Veio os primeiros treinos livres, que todos sabemos que não indicam (mas indicam...) alguma coisa e lá está a gloriosa Williams de Nico Rosberg em primeiro, com Barrichello e sua nova Brawn GP em segundo. Bem estou aguardando o treino oficial para saber a que pé estaremos na corrida, mas acho que a Ferrari deverá vir forte e acho que a Mclaren estava blefando com seus tempos ruins nos treinos de pré temporada.

Acredito muito na BMW (além da Williams sou torcedor fanático deles e do meu querido Kubica, em quem me espelho na minha carreira de piloto virtual rss). Quanto às outras equipes, Renault só vai se acertar com o tempo e Alonso ganhará alguma corrida, Red Bull eu não acredito que Vettel fará milagres, STR andará lá atrás (a não ser que Bourdais e suas fórmulas de Báskara ache um milagre para o carro). Williams se mantiver as expectativas poderá fazer uma temporada de respeito. Toyota é uma icógnita, embora Glock esteja em ótima fase. A Force India mesmo com o apoio da Mercedes não deverá ser páreo para as equipes médias. E a Brawn GP.... bem.... melhor deixar o tempo dizer, mas este blogueiro não está nada convencido de até onde irá a capacidade deste carro....

Enfim, as 5 luzes vermelhas se apagarão às 3 horas da manhã do Domingo, e enfim terá início a Temporada da F1 com a maior (e mais polêmica) pré -temporada que eu já tenha visto. Go F-1 Go!

Até mais!

Análise do Treino da Pré-Temporada em Barber Motorsport Park

quarta-feira, 25 de março de 2009

Olá amigos da velocidade, olá amigos da Fórmula Indy.

Nos dias 22 e 23 deste mês aconteceu o último treino da pré-temporada da categoria. Foram 2 dias de muitas voltas no circuito misto de Barber Motorsports, localizado na cidade de Birminghan, no Estado de Alabama/EUA. A pista foi construída em 2003 e possui 3,7 km de extensão, onde temos curvas de alta e baixa, subidas e descidas, ou seja ... uma ótima pista para uma Pré-Temporada por ter de tudo um pouco.

Traçado de Barber Motorsport

E os resultados dos treinos trouxeram algumas certezas, algumas surpresas e alguns pontos de interrogação também.

No primeiro dia Scott Dixon (Ganassi) liderou tranquilamente o treino, seguido por um inesperado Robert Doornbos (Newman-Hass Laningan) em segundo e em de um bom terceiro tempo de Tony Kanaan (Andretti-Green). Logo atrás vieram outros 3 dos principais pilotos da temporada: Dario Franchitti (Ganassi) e as 2 Penske com Ryan Briscoe e Will Power. Não tivemos nenhuma grande surpresa (fora Doornbos) e nenhum grande vantagem de alguma equipe frente as outras. Apenas um tanto decepcionante o tempo ruim de Mario Moraes com sua KV Racing, após os bons tempos que teve no teste de Homestead. Justin Wilson já participou do treino com o carro da Dale Coyne (Bruno Junqueira ainda não conseguiu patrocinadores para manter sua vaga na equipe).

Já no segundo dia de treinos, Will Power foi o mais rápido, seguido de Franchitti, Briscoe, Dixon e Graham Rahal (Newman Hass Laningan). O destaque negativo ficou por conta dos carros da Andretti Green que ficaram para trás nos tempos Marco Andretti em 7º, Tony em 8º, Hideki Mutoh em 10º e Danica Patrick apenas em 15º. Danica foi mal também no primeiro treino, mas as notícias dão conta que ela teve problemas elétricos em seu carro #7.

E assim as equipes fizeram os últimos ajustes em seus carros para a abertura da temporada no dia 05/04 nas ruas de St Pittisburg (Flórida). Um circuito onde deverão acontecer poucas supresas e termos a Ganassi na frente, Penske logo atrás e, se tiver achado seu rumo, a Andretti Green no seu encalço. Fora elas, aposto numa boa atuação de Rahalzinho com sua NHL e torço para que Vítor Meira consiga já um bom resultado para a equipe Foyt. A equipe não participou dos treinos em Barber, mas está confirmada para a estréia. Mário Moraes e Raphael Mattos terão muito trabalho na pista de rua, um tanto pior para Mattos, pois esta será a primeira temporada completa da Luczo Dragon, e o carro não é dos melhores. Não creio que Danica conseguirá um bom resultado em St. Pittsburg, ainda mais após os problemas que teve em seu carro.

Um palpite do resultado? Bem..... vamos lá:

1º - Dario Franchitti (Ganassi)
2º - Scott Dixon (Ganassi)
3º - Ryan Briscoe (Penske)
4º - Tony Kanaan (AGR) Go! Tony!
5º - Will Power (Penske)
6º - Grahan Rahal (NHL)
7º - Marco Andretti (AGR)
8º - Dan Wheldon (Panther)
9º - Hideki Mutoh (AGR)
10º - Mário Moraes (KV Racing)

Até mais.

Diário de um Piloto Virtual: Sorte no Jogo e Azar..... no Jogo também

domingo, 22 de março de 2009

Olá amigos da velocidade, olá amigos da Fórmula Indy.

Tenho aqui um mega post com o Diário de um Piloto Virtual bem recheado, foram 5 corridas em uma semana, então vamo que vamo que tenho bastante coisa pra contar.

Bom primeiro vou começar com a parte ruim da semana.

No domingo passado tive a estréia da temporada oficial da Fórmula Indy, no oval de Michigan. Agora com o carro com a pintura oficial da minha equipe, a Thunderbolt:


Bom, para essa corrida resolvi me arriscar com meu novo volante, um Momo da marca Logitech, mesmo ele dando defeito. A principio pensei que seriam apenas no Rfactor, mas logo descobri que não tava restrito a ele.... No qualify eu sabia que tinha um bom carro e saí para marcar o tempo (eu sempre não marco para largar do fundo e ir ganhando as posições nos erros dos outros pilotos), mas fiz uma ótima 7ª posição entre 26 pilotos.

Veio a largada, acho que demos umas 20 voltas e chegava a hora do pit..... E o volante me deixa na mão.... Ele estava descalibrando sozinho no meio do uso, e de repente..... o bicho me vira pra direita sozinho.... na primeira vez ainda continuei na corrida, mas veio outra... e outra. Resultado: abandonei a corrida para não prejudicar ninguém e terminei na 24ª posição.

E hoje foi a segunda etapa, em Watkins Glen. Já sabendo do problema do volante, fui de joystick mesmo. Como não sou bom de mistos, resolvi não fazer o qualy e larguei em 22º entre 24 carros.
Esta corrida seria um tanto problemática já desde o início porque, fora do grid lá nos bastidores, eu pedi demissão da Administração do Campeonato. Já estava ficando estressado demais em tentar domar as personalidades mais variadas de pilotos e isso já estava começando a me prejudicar na vida real, fora que de qualquer jeito eu iria sair no meio do ano, então adiantei e fui para esta última corrida na Administração.

Durante a corrida, acidentes dos mais diversos, muito bate boca.... eu larguei lá no fundo e vinha numa ótima corrida, a estratégia de largar no fundo estava dando certo e na metade da corrida eu já estava em 7º lugar. Mas por um erro infantil meu acabei estourando meu motor. Fui dar passagem para um dos líderes me dar uma volta na entrada da reta de Watkins, ali a gente entra na reta em 2ª marcha. Quando fui olhar no retrovisor para ver onde o cara estava engatei a 1ª em vez da 3ª marcha.... e o motor foi pro espaço.... Terminei na 18ª posição.


Se minhas corridas na Indy não foram boas, pior ainda foi na Nascar Cup Series, em que usaria (conjuguei o verbo no tempo certo... ) este carro, um Dodge Charger da Thunderbolt.


A abertura do campeonato foi em Daytona. Mas nessa categoria tinha um diferencial. Com o grande número de pilotos, que o server não aguentava, fizeram um esquema de Q1 e Q2. No Q1 só passariam os 26 melhores para aí sim no Q2 determinar as posições de largada. Pois bem, de joystick fui tão mal que fiquei em 30º entre 33 pilotos. Pra mim essa foi a gota d'água, eu já não tinha conseguido me adaptar aos carros da Nascar (cup e truck series) então optei por abandonar estes campeonatos. No simulador Nascar 2003, correi só o campeonato de Fórmula Indy.

Agora vem a parte boa da semana, até pra minha surpresa eu fui relativamente bom nas categorias em que corro no Rfactor (Fórmula Nippon e SpeedSeries GT). Primeiro foi a Nippon, na terça feira passada a abertura do campeonato foi feito no Circuito de Sepang, na Malásia, e lá corro com este carro da equipe Supertex.


Sepang é uma pista bem chata, sinceramente, não gosto dela. O traçado mistura curvas de alta, grampos e duas enormes retas. No rfactor o buraco é "mais embaixo" estamos muito mais próximos de um final de semana de corrida real que no Nascar 2003. Passado o Pratice fomos para o Qualify onde o piloto pode dar 2 voltas lançadas. A diferença é que no Nascar você faz as voltas sozinho na pista e no Rfactor não, você faz igual a F1 atual, todos na pista. Eu e meu companheiro esperamos faltar 6 minutos para o fim do Qualify, para pegar a pista mais vazia. E eu consegui uma ótima 9º posição entre 17 carros.

Na corrida, a minha primeira oficial no Rfactor, consegui andar bem e cometer poucos erros. Cheguei a brigar pela 7ª posição mas acabei terminando na 9ª posição mesmo.

E o gran finale desta semana de 5 corridas foi com a SpeedSeries GT, categoria de carros Turismo semelhante a GT3. Nela eu piloto uma Ferrar F575 da equipe Supertex também.

A abertura da temporada foi em A1 Ring, na Áustria. Mas nesta etapa o regulamento prega uma boa supresa para todos. Não há qualify e o grid é o resultado da corrida anterior invertido, mas apenas entre os que completaram a prova. Os que terminaram, largam na mesma posição, então larguei na 15º posição.

Lembram que eu jah citei que eu não me adaptava a carros Turismo? Pois bem, nesta categoria estou indo muito bem com esta Ferrari. Na minha melhor corrida até aki, cheguei a andar em 2º lugar quando os líderes foram para os pits e na volta do meu pit estava em 5º lugar. Mas pequenos erros, e algumas empacadas nas britas, me jogaram para o 7º lugar, que não deixa de ser um ótimo resultado.


Essa foi minha semana de velocidade com 5 corridas em 7 dias. E eu tenho uma supresa. Entrei num campeonato que utiliza um mod F1 1979. Neste correrei às terças feiras alternadas com a Fórmula Nippon. Na verdade não correrei todas as etapas, serei algo como aqueles pilotos que revezam os carros sacam? rs

Nele pilotarei a Ferrari nº 12, que foi de Gilles Villeneuve:


Já foi a etapa de abertura, em Buenos Aires. A segunda etapa será em Kyalami, na África do Sul já nesta terça feira. Mas acho que não terei tempo de pegar o carro e treinar com ele, então dificilmente irei correr.

Bom é isso pessoal, um post grande sobre o as últimas corridas e aproveitei para atualizar as imagens dos carros que utilizarei em cada campeonato.

Até mais.

Giro de Notícias: Hunter Reay, De Ferran, Pontos e Equipe 100% Brasileira

quarta-feira, 18 de março de 2009

- Caçador fará teste na equipe HVM

Ryan Hunter Reay, que ficou a pé com o fim da equipe Rahal, fará testes com o carro da equipe HVM no próximo treino coletivo da Indy, a ser realizado no dia 22 e 23 no circuito de Barber Motorsports/EUA. Ele revesará o carro da equipe com o venezuelano Ernesto Viso, que já está confirmado para a temporada 2009. Hunter Reay, após uma grande temporada em 2008, com direito a vitória em Watkins Glen e terminar entre os 10 primeiros da temporada, tem grandes chances de assumir um segundo carro da HVM, caso esta ou ele arranje um bom patrocinador para o carro. Ele já correu por esta equipe em 2004, na extinta Champ Car.

Está aí um cara que não merece ficar parado só porque não tem um patrocinador que invista nele (cutucada em Duno e Doornbos MODE_ON). Hunter é um ótimo piloto e muito bom em circuitos mistos, contrariando a dita que piloto americano só sabe virar para a esquerda. Foi um duro golpe o fim da Rahal, mas se ele ir para a HVM poderá ter uma boa temporada 2009, pelo menos próximo do nível que a Rahal teve em 2008. Go Caçador !!!

- Gil de Ferran tem interesse em montar equipe para a Indy

O piloto brasileiro, dono da equipe De Ferran Motorsports na American Le Mans Series (ALMS) afirmou ter interesse em ter uma equipe também na Indy, numa jogada de marketing que traria mais visibilidade às suas equipes e traria economia de escala, de acordo com de Ferran. Mas ele só virá quando tiver plena certeza de que a equipe será competitiva e a crise atual estiver sanada. Uma aparição nas 500 milhas de Indianápolis deste ano não está descartada.

Já pensaram numa equipe dirigida pelo Gil de Ferran, que na minha opinião entre os pilotos brasileiros que vi em atividade, só fica atrás de Ayrton Senna? Nossa.... seria show de roda. Go De Ferran Motorsports!

- Equipe brasileira na Indy Lights: Bem Vinda ELFF Racing

A equipe é de propriedade do brasileiro Edson de Gobbi, que correu em categorias importantes no automobilismo americano, sendo tetra-campeão da Formula Atlantic (categoria de acesso à ChampCar). Aliás de Gobbi fez a transição de categorias, passando para a categoria de acesso à Indy. Ele está há 20 anos nos EUA e chegou a trabalhar com equipes da ChampCar. A equipe terá como piloto o brasileiro Rodrigo Barbosa, 20 anos, campeão regional da Formula Atlantic em 2007.

Eis uma grande notícia para o automobilismo brasileiro. A primeira equipe totalmente brasileira da Indy Lights está aí e o de Gobbi parece ser um dono de equipe extremamente competente. Além de Bia Figueredo agora temos mais representantes nacionais na Lights. Go ELFF Racing!

- Pequenas mudanças no sistema de Pontuação.

Até 2008, o pole recebia 1 ponto. E o piloto com maior número de voltas na liderança de uma corrida ganhava 3 pontos. Para 2009, a Indy mudou estes valores. O pole continua ganhando 1 ponto mais passou a ganhar um prêmio em dinheiro, de 10 mil dólares. E o piloto com mais voltas na liderança receberá agora 2 pontos. As medidas visam dar mais emoção aos treinos e equilibrar a disputa entre os pilotos pelo campeonato.

Até mais!

Fala Blogueiro: Agora com Écquio (by Seu Creyssium)

terça-feira, 17 de março de 2009

Olá amigos da velocidade, olá amigos da Fórmula Indy.

Não, o que vou falar não tem nada a ver com o Casseta e Planeta (foi só pra dar um destaque ao título .. rs)

É que ontem eu peguei um tempo e resolvi dar uma olhada no Google Analytics e agora informo a vocês que também conto com o sistema de estatísticas, e o que é melhor, é totalmente gratuito. Pena que ele começou a registrar só a partir de ontem, porque eu já perdi a noção de quantos acessos meu blog já teve...

Mas agora estamos na era digital e o blog agora terá seu sistema de acompanhamento de acessos também. Uhúuuu!!

Até mais.

Diário de um Piloto Virtual: No ritmo da Nascar

segunda-feira, 16 de março de 2009

Olá amigos.

Nessa semana estarei um pouco sumido das atividades aqui do blog, ontem eu comecei uma maratona de 4 dias seguidos de corridas, tudo porque a corrida da Nascar cup que seria realizada na segunda feira da semana passada foi adiada, pelo excesso de pilotos e o server da liga acabou não aguentando (que bom que foi pelo excesso e não pela falta.... rs).

Ontem já corri na Indy no oval de Michigan. Eu vou esperar correr até a ultima corrida da semana aí eu falarei de todas num post só. Então, as 3 corridas que ainda tenho a fazer nessa semana são:

- Segunda-Feira (Hoje): Nascar Cup, 1ª corrida da temporada em Daytona
- Terça Feira: Fórmula Nippon, 2ª corrida da temporada em Sepang (Malásia)
- Quarta Feira: GT Series, 2ª corrida a temporada em A1 Ring, (Áustria)

E, pra variar, ainda estou sem volante, pois estou certo de que ele veio com defeito. Comprei um volante Momo, da marca Logitech, uma das melhores do mercado e este volante é, numa escala do melhor pro pior, o 3º melhor volante. Pois bem.... ele está com vida própria e acabou com a minha corrida na Indy ontem. Depois eu conto com mais detalhes. Ah, e também aproveito para mostrar os carros que piloto na Nascar, Nippon e na GT, que ainda não mostrei aqui no Blog.

Até mais.

Notinhas Curtas: Tony George e Oriol Servia

quarta-feira, 11 de março de 2009

Tony George apresenta idéia para ajudar pilotos novatos da Indy

O Presidente da IRL, Tony George, apresentou à imprensa uma nova regra que ajudará aos novos pilotos da Indy em sua adaptação aos bólidos da Categoria. De acordo com George, um treino extra seria realizado na manhã das sextas-feiras nos finais de semana de corrida. Nesse treino, de mais ou menos 30 a 45 minutos, os novatos e os pilotos que não se encontrarem entre os 10 primeiros na classificação geral do campeonato poderão participar. Este treino extra é uma boa idéia, já que os treinos coletivos tiram uma grande redução devido à crise.

Assim, os pilotos novatos terão mais chances de treinarem, o que facilitará também a entrada de mais pilotos vindos da Indy Lights e os pilotos que não estiverem bem na classificação terão mais tempo para tentar aperfeiçoar os carros.

Este treino extra será realizado em todas as etapas de 2009, com exceção de St Petersburg, abertura do campeonato e em Indianápolis.

Oriol Servia ainda acredita que correrá em 2009

O piloto espanhol perdeu sua vaga na equipe KV Racing, devido à falta de patrocinadores. Servia está negociando com 2 equipes (1 delas poderia ser a própria KV) e tem esperanças de conseguir um bom patrocinador até a abertura do campeonato.
Seria uma enorme pena que o piloto espanhol não participe pois é disparado um dos mais regulares no campeonato, e na temporada 2008 foi o melhor piloto da ex-ChampCar na classificação geral ( 9º com 359pts).

No próximo post, teremos um resumo de como foi o dia do julgamento de Hélio Castroneves, pela acusação de sonegação fiscal.

Até mais.

Diário de um Piloto Virtual: as corridas no Rfactor

segunda-feira, 9 de março de 2009

Olá amigos da velocidade, olá amigos da Fórmula Indy.

Este diário está atrasado, era para ter sido postado na quinta feira da semana passada, mas com o meu retorno às postagens normais, ele acabou ficando de lado.

Bom, na semana passada fiz minha estréia nos campeonatos que usam o simulador Rfactor, uma qualidade de simulação muito melhor do que o Nascar 2003 e uma jogabilidade muito perto da realidade.

Neste simulador participo dos campeonatos de Fórmula Nippon (semelhante à GP2) ás terças-feiras e o da Fórmula GT (carros da GT3) às quartas feiras.

Adorei os 2 mods, são muito realistas e te remetem com riqueza de detalhes ao que seriam as corridas de verdade.

Nas corridas, não fui muito bem. Na Nippon, a estréia do campeonato foi em Fuji, no Japão. Mas que circuito chato !!! É praticamente formado pela enorme reta dos boxes e pela reta oposta, ligados por chatíssimas curvas de baixa velocidade. Enfim, nada que me facilitasse pois ainda estava usando o joystick para correr, enquanto meu novo volante não chegava.

Consegui o 10º lugar no qualify, acho que estávamos entre 18 pilotos. Geralmente eu não faço o qualify para largar no fundo, mas dessa vez arrisquei. Na largada, com a primeira curva fechada (pra variar...) e em descida, aconteceu o óbvio, toques pra tudo quanto é lado e, para desviar, fui pela área de escape para não ter o carro avariado. Voltei na 16ª posição e fui apenas esperando os demais acidentes. Quando estava em 10º novamente, tive que abandonar a prova por problemas de refrigeração na 20º volta, uma configuração errada que fiz e o motor foi pro espaço.

Foi até bom, eu não estava nada confortável com o desempenho do carro e o meu desempenho no geral, ao menos, não prejudiquei ninguém.

Na quarta a tão esperada corrida na Fórmula GT, a estréia de lá foi em Watkins Glen, versão Nascar, uma pista que eu particularmente gosto (até a hora que eu enjoar da simplicidade dela rs). Nesta categoria onde sempre pensei que era o meu ponto fraco ainda não ter um bom controle em carros turismo, eu estava andando muito bem.

Fiz o início dos treinos livres com o carro leve e estava virando em bons 1.06.8xx, cerca de 1,5 segundo atrás dos líderes. Mas eu não ligo muito para as voltas rápidas, fiz um bom acerto para o qualify e no restante do treino fiz com o carro pesado, já com o combustível da largada, tempo de 1.07.5xx, estava excelente!!!

Lembrando que nesta categoria eu piloto uma Ferrari F575 e tenho como oponentes Corvetes, Gallardos, Lister Storm, Masserattis MC12 .... os 2 ultimos os melhores carros do campeonato, minha briga, até pelo desempenho do carro é pelo pelotão intermediário pois neste campeonato, os desempenhos dos carros são diferentes.

Uma agradável surpresa me esperava, de acordo com o regulamento, o qualify seria composto de apenas 3 voltas por piloto: abertura, volta rápida e volta de retorno aos boxes (como foi a Fórmula 1 há algum tempo). Então, estava decidido a fazer uma volta sem forçar demais e marcar um tempo razoável.

Lembram-se dos meus 1.06.5xx? Ele seria suficiente para um 10º lugar na melhor das hipóteses. E lá fui eu para a estratégia de box: esperei a pista estar mais vazia para tentar marcar meu tempo, e acertei em cheio!!! Fiz a volta em 1.06.3xx e consegui a 3ª posição. Lógico, vários dos pilotos a minha frente erraram as voltas.

Largada e eu consegui pular para segundo lugar, e o 1º colocado, que queimara a largada, cumpre o Stop and Go. Eu liderei uma corrida no Rfactor em minha primeira prova... rsss Meu carro era inferior às Masseratis e Listers que vinham atrás de mim, segurei eles até onde eu pude.

Mas 2 idas à caixa de brita já tinham prejudicado muito a minha prova, havia caído para o 6º lugar. Ao menos fica a lembrança de uma bela disputa que tive com uma das Masseratis, com direito a 2 "X" que eu dei na curva no final da reta dos boxes.

Pela primeira vez me senti competitivo em uma corrida, a tal ponto que a adrenalina estava a 1000 por hora. Estava tanto que esqueci de ver o consumo do combustível e pedir para a equipe do box se ajeitar. Resultado.... pane seca......

Na hora fiquei muito irritado, porque pensei que ela se armaria sozinha, já que tinha deixado configurada a estratégia... mas blz.... vivendo e aprendendo.

Hoje tenho a estréia do campeonato de Nascar, no Nascar 2003 em Daytona Night. Ao menos ontem tivemos 2 mini corridas e consegui um 3º e um 4º lugar bem mais do que podia imaginar, pois ainda sou ruim na categoria rssss.

Até mais.

Dica do BFI: O que é andar em um Circuito Oval?

sexta-feira, 6 de março de 2009

Olá amigos da velocidade, olá amigos da Fórmula Indy.

Dando uma olhada no blog da Indy do Jackson, achei este espetacular post do Fábio Henrique onde ele fala com muitos detalhes sobre a pilotagem em um circuito oval. Realmente muito bom o texto dele e vale a pena dar uma olhada.

Blog da Indy - Pilotagem em oval não é simplesmente virar o volante para a esquerda.

Até mais.

Notinhas Curtas - Treinos Coletivos e um pouco mais.

Marco Andretti acredita que a A1GP o ajudará na Indy

"É um benefício enorme. Deixa você preparado e mais experiente para correr. Quando você está em uma prova, um erro que poderia ser mínimo no teste pode ser enorme",

Marco disputadou 4 rodadas duplas na A1 GP neste ano e pretende correr em mais 1 final de semana, no dia 12/04 em Estoril, Portugal.

De fato, Marco teve bons resultados na A1GP, o que demonstra que ele não é tão ruim de mistos como reza a lenda de pilotos norte-americanos que tentam a carreira na Europa. E Marco está pressionado neste ano, após 3 anos sem resultados decentes, ele terá que fazer uma boa temporada para ter chances de correr na Europa no ano que vem.

Mário Moraes elogia a equipe KV Racing nos testes coletivos em Homestead

"Fizemos um ótimo treino. Andamos os dois dias entre os cinco primeiros a maior parte do tempo, mesmo sem nos preocuparmos em fazer voltas rápidas. O nosso foco era encontrar o melhor acerto para o carro durante as corridas"

Após o primeiro ano de Indy, na equipe Dale Coyne, Mário começa a mostrar serviço em sua nova equipe, uma equipe com boa estrutura e que briga por bons resultados. Neste ano ele terá que provar que possui talento e capacidade para vencer corridas, embora a KV ainda esteja um pouco atrás da Penske, Ganassi e Andretti Green. Eu particularmente espero uma boa temporada do Mário, ainda mais que teremos mais mistos neste ano e a sua adaptação aos ovais está sendo boa.

Lucas Di Grassi diz que a Indy pode ser opção para 2010.

"Se houver uma possibilidade adequada, subirei [para a F-1]. Caso contrário, irei para a Indy ou para outra categoria"

Di Grassi afirmou em entrevista ao Tazio, sobre as possibilidades para sua carreira em 2010. Neste ano, após o fracassado teste na Honda, o piloto assinou com a equipe Racing Engineering para mais 1 temporada na GP2. Ele afirmou ter entrado em contato com a Penske e a KV Racing, mas como as 2 equipes (obviamente) estão passando por dificuldades financeiras, ficaram fora do alcance, no lado monetário, que Di Grassi poderia ter, que seriam equipes em que ele teria chances de vitórias.

Diferente do Senna, Di Grassi tomou a decisão certa, acertou com uma boa equipe na GP2 e tentará conquistar seu primeiro título, após 2 anos chegando ao final disputando a taça. Quanto ir para a Indy em 2010, não sei como estarão suas chances na F1, agora que 2 brasileiros de sobrenome famosos já tiveram suas chances, (Piquet e Senna, embora este nem vá correr, mas praticamente terá uma vaga em 2010 por ter ligação com a Mercedes).

Robert Doornbos surpreso em andar em um Oval pela primeira vez.

"Pilotar no oval é definitivamente diferente do que eu esperava. Senti-me como se fosse para a escola no primeiro dia. Não sabia realmente o que esperar, mas obtive muita informação da equipe, mas você tem de fazer isso por conta própria. Nas primeiras cinco voltas pensei: 'Oh, meu Deus, onde fui parar?' Mas isso ocorre porque você tem de correr em certo ritmo e, quando você o alcança, fica muito divertido. Acabamos o dia bem e posso ir para a cama com um sorriso".

Só poderia ser uma experiência muito diferente mesmo, para um piloto que andou apenas em mistos até aqui. Doornbos teve seu primeiro contato com os ovais e ainda terá muito o que aprender, principalmente sobre andar em tráfego nos ovais. A Newman Hass já possui experiência e deverá ajudá-lo bastante nesta adaptação.

Dale Coyne confiante com a presença de Justin Wilson na equipe

"Justin é um dos melhores pilotos"

Dale Coyne afirmou com esta frase a sua expectativa com a presença do piloto inglês na equipe em 2009. Justin Wilson foi dispensado da Newman Hass por a equipe não conseguiu patrocínio para um segundo carro neste ano.

De fato, Wilson é um bom piloto, já com experiência no automobilismo americano com suas temporadas na ChampCar. A Dale Coyne conseguiu alguns bons resultados no ano passado, bons levando em conta a pequena estrutura que possui. Com a saída de Mário Moraes para a KV e a possibilidade de manter Bruno Junqueira se arranjar patrocínio para este carro, a equipe terá 2 pilotos experientes para esta temporada e poderá sonhar com resultados melhores.

Dan Wheldon e sua missão para 2009: devolver a Panther no caminho das vitórias.

"Me sinto muito entusiasmado para esta temporada. Mal posso dizer o quanto estou determinado. Vocês verão um garoto que está em uma missão. Já estive parte de dois dos três times grandes da Indy e sei o que é preciso para andar na frente. Não vou para a Panther fazer numero"

Animado o inglês não? rs. Bom, Wheldon sabe que terá um duro caminho pela frente, pois a Panther passou por enormes dificuldades nos últimos 5 anos está longe de ser aquela equipe campeã com Sam Hornish Jr em 2001 e 2002. De 2007 para cá a equipe vem se estruturando melhor e para esta temporada parece estar mais forte e poderá brigar talvez por alguns pódiuns. Vitória? Acho que seria otimismo demais...

Conquest deverá ter 1 carro e revezamento de pilotos em 2009.

"Tivemos dois carros no ano passado e espero continuar assim. Mas temos de ser realistas e admitimos a chance de dividir o carro entre dois pilotos na temporada"

Esta foi a resposta de Eric Bachelart, dono da equipe. Após o final da ajuda de custo que a equipe recebeu no ano passado, a Conquest está com dificuldades de encontrar patrocínios para 2 carros. Um dos pilotos que fará o revezamento será Jaime Câmara, que correu pela equipe no ano passado e participou com a equipe dos testes em Homestead.

Bem, não há muito o que Bachelart fazer. A Conquest foi a pior equipe da temporada passada mesmo tendo 2 carros, pilotados pelo próprio Câmara e Enrique Bernoldi(depois por Alex Tagliani). Eu apostaria que a equipe manteria Tagliani se tivesse melhores condições, até pelo bom trabalho que fez no fim do ano passado, mas com a falta de patrocínios, a equipe deverá aceitar os pilotos pay drivers e fazer mesmo o revezamento.

Bia Figueiredo fica na Sam Schimidt e quer o título

"Estou muito contente em retornar à equipe. Tivemos um grande ano em 2008 e agora podemos nos concentrar em tentar vencer mais provas. André Ribeiro e Augusto Cesário [seus empresários] fizeram a coisa certa ano passado ao me trazer para o automobilismo americano".

Bia permanece na equipe que teve o campeão no ano passado e nesta temporada pretende o título, após terminar na 3ª colocação em 2008. A piloto já demonstrou que tem capacidade e deverá arrasar neste ano contando com total apoio da equipe Sam Schimidt. E para 2010 teremos ela na divisão principal da Indy.

Até mais.

Treino Coletivo da Indy em Fotos

quinta-feira, 5 de março de 2009

Olá amigos da velocidade, olá amigos da Fórmula Indy.

Aqui temos algumas fotos dos 2 dias de treino em Homestead:

Green Green Green !!! (Ops....)
É apenas um treino .... (ahhhhh...)


Tony Kanaan (mantendo sua pintura da 7 Eleven) e Ed Carpenter

Dario Franchitti no #10 da Ganassi

E Wheldon, ex dono do #10 agora na Panther

Marco Andretti com seu novo patrocinador
(ficou horroso o carro, confude-se fácil com a Foyt)


Coitado do Vítor, poder ser confundido com o Andretti
(parece que a AGR copiou mesmo o layout e inverteu as cores hehe)


Graham Rahal assumiu o carro Mclanche Feliz na NHL

Justin Wilson, ex-dono daquele carro, agora na Dale Coyne
com o carro que era de Bruno Junqueira.


Mário Moraes, ex-Dale Coyne, agora na KV Racing

Robert Doornbos na NHL, estranho estar ainda sem as estampas do patrocinador...

Mike Conway estreando pela Dreyer & Reinbold

Stanton Barrett (ex-Nascar) na estreante 3G Racing (antiga Beck Motorsports)

Perigosa combinação: Ryan Briscoe + Ernesto Viso = ......

E por fim, Danica Patrick na versão "chassis coberto"
(melhor as fotos sensuais dela não? hehe)

Giro de Notícias: 1º Treino Coletivo da Indy em 2009

quarta-feira, 4 de março de 2009

Olá amigos da velocidade, olá amigos da Fórmula Indy.

Com um tremendo atraso, posto aqui as notícias relacionadas ao 1º Treino Coletivo da Indy em 2009, que foi realizado no final do mês passado no circuito oval de Homestead (Miami).

No primeiro dia dos treinos coletivos, realizado no dia 24 de Fevereiro, Scott Dixon (Ganassi) foi o mais rápido com o tempo de 25.2919, seguido de Ryan Briscoe (Penske) 25.3614 e Dario Franchitti (Ganassi) 25.3482. Entre os brasileiros que treinaram, Mário Moraes, já pilotando pela KV Racing conseguiu o 4º tempo, 25.4389. Tony Kanaan (AGR) foi o 8º mais rápido com 25.5707, Raphael Mattos (Luczo Dragon) foi o 11º com 25.6195, Jaime Câmara (Conquest), foi o 17º com 25.7790 e Vítor Meira (AJ Foyt) o 18º com 25.8032, Will Power, "substituindo" Hélio Castroneves na Penske, fez o 5º tempo, 25.4404.

As novidades deste treino foram as estréias da equipes 3G, com Stanton Barret, do pilotos Mike Conway na Dreyer & Reinbold, Robert Doornbos e Milka Duno na Newman Hass e a presença de Justin Wilson pela Dale Coyne.


Já no segundo dia, o treino foi marcado por problemas com os pneus, que soltavam muita borracha na pista, o que acabou fazendo os pilotos perderem tempo, esperando a limpeza da pista. O mais rápido foi Ryan Briscoe (Penske) com 25.1984, seguido de Scott Dixon, 25.2378 e Marco Andretti (AGR) com 25.3036. Entre os brasileiros, Tony Kanaan foi o 4º, 25.3842, Mário Moraes foi novamente muito bem e ficou em 5º com 25.3582, Vítor Meira o 12º, 25.5210, Raphael Matos o 18º, 25.6512 e Jaime Câmara o 20º com 25.7732.


Nos próximos posts, farei uma análise mais profunda dos treinos e contar as novidades das equipes para esta temporada.

Até mais.

Diário de um Piloto Virtual: Final da Pré Temporada da Indy no Nascar 2003

terça-feira, 3 de março de 2009

Olá amigos.

No domingo foram realizadas as 2 últimas etapas do campeonato realizado na pré temporada da Indy lá no SpeedZone. Eu não postei aqui no blog falando dela, foi realizado no oval fictício de Coca-Cola, que dá para imaginar como um Milwaukee, repetindo seu formato mas com o dobro do eu tamanho e com inclinação nas curvas.

Entrei neste fim de semana ainda com remotas chances de Título, mas a combinação era complicada. Precisava vencer a primeira bateria, os 2 candidatos diretos ao Título não pontuarem bem, e ainda ter que chegar a frente deles na segunda bateria, algo praticamente impossível. Dá pra comparar com a situação do Hélio Castroneves com o Scott Dixon ano passado, quando a regularidade do piloto da Ganassi e a extrema competência foram a chave do seu sucesso.

Como precisava pontuar, fiz o qualify dessa vez (não costumo fazer e largo do fundo), consegui a 10ª posição. Mas imaginem: lembrem-se das curvas de Milwaukee, fechadas e na minha corrida elas tinham uma enorme inclinação... A minha estratégia era boa, possuía um bom acerto para andar por fora nas curvas e sair mais lançado delas.

Eis que esse foi o meu azar. Quando eu estava na 7ª posição eu acho, eis que forma-se um 3 wide que não acabaria bem. Estava por fora na parte de cima da curva, os 2 pilotos abaixo tocam e me acertam.... Acabava ali minhas chances. Fui para o pit levado pelo guincho, voltei para a corrida e ainda consegui um 9º lugar.


Para a segunda bateria, já sem chance alguma, fui para a corrida desencanado. No sorteio, larguei da 10ª posição e o filme se repetiu. Novamente eu por fora na curva e 2 carros se enroscam e me atingem. Nisso eu deveria estar ainda na 10ª posição, algumas voltas após a largada. Carro reparado e de volta à pista, desta vez tive o azar da minha conexão cair. Volto ao server e estou em 17º a 3 voltas do líder. Levei o carro até o fim e ainda consegui terminar na 14ª posição.


Ao fim do campeonato de verão e suas 8 baterias terminei na 5ª posição geral. Para meu primeiro campeonato oficial está ótimo, merece festa!!! hehe Pena que poderia ser melhor.


Agora que venha campeonato oficial que começa no dia 15/03 em Michigan. Agora nesta semana, começam os campeonatos com base no Rfactor. Hoje começo com a Fórmula Nippon, categoria japonesa semelhante a GP2. A abertura do campeonato será no circuito de Fuji.

Aqui tenho um vídeo no youtube que compara o mod da Nippon com o carro real em uma volta em Suzuka. Nele vocês podem ver o nível de detalhes que o Rfactor oferece.

http://jp.youtube.com/watch?v=DACRjbmiCiU&fmt=18

EDIT: Parece que a prova terá uma transmissão online (estilo Time & Scoring da Indy e F1), ele está disponível neste link.

http://www.speedseries.com.br/live_view.php?da[id]=2&da[lang]=brasilian

Se quiserem se arriscar a dar uma olhada no horário da corrida de hoje (a largada será as 23:00 hrs) e quiserem ver meu show de horror, fiquem a vontade rs.

E amanhã, será a vez de estrear no campeonato de GT3, onde estarei com uma Ferrari F575. No mod, o carro possui exatamente as mesmas características da realidade: alta aceleração e freios pífios... rss . A abertura do campeonato será em Watkins Glen, na versão utilizada pela Nascar.

Até mais.

Fala Blogueiro: Estamos de volta

segunda-feira, 2 de março de 2009

Olá amigos da velocidade, olá amigos da Fórmula Indy.

Vai entender. No período em que estive de férias do meu trabalho, não consegui fazer quase nada para o blog, inclusive pensei em cancelar os Reviews. Acabei aproveitando o tempo para adiantar meus treinos para as corridas online, que eu precisava mesmo.

E, pois bem, estou de volta ao meu emprego e agora pode ser que seja mais tranquilo. Agora já com mais experiência e "feeling" nos simuladores de corrida, posso voltar ao velho ritmo no BFI.

E quanto aos Reviews, tive uma idéia. Ele será uma seção do BFI que postarei semanalmente. Passará a se chamar "Biografias" onde falarei das equipes, pilotos e demais personalidades importantes para a Fórmula Indy. A princípio irei publicá-los na quinta feira, seguindo uma agenda que estou preparando para o BFI:

- Segundas Feiras: Notícias e Resultados das Corridas
- Terça Feira: Fala Blogueiro! com a análise da corrida
- Quarta Feira: Giro de Notícias com novidades que estejam pipocando no momento.
- Quinta Feira: Biografias
- Sexta Feira: Diário de um Piloto Virtual.

Nos sábados e domingos provavelmente não postarei pois serão dias importantes para aproveitar para os treinos e também para os estudos.

No mais, o blogueiro está de volta e agora de ânimo renovado após o descanso do trabalho hehe. Aproveito para excluir o post anterior onde falei que não iria postar mais os Rewiews e deixo neste o link para a entrevista que fiz para o Diego do NoMundodaVelocidade.

http://nomundodavelocidade.blogspot.com/2009/02/expectativa-2009-por-paulo-maeda.html

Até mais.