Review - Dale Coyne Racing

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Olá amigos da velocidade, olá amigos da Fórmula Indy.

Para variar um pouco os Reviews das equipes vou dar uma "misturada", fazer de equipes grandes e não tão grandes assim alternadamente.

Hoje falo de uma das equipes mais tradicionais e, por que não, "teimosas " e queridas da Fórmula Indy: a Dale Coyne Racing.

A equipe surgiu em 1986 após Dale Coyne, um grande piloto norte americano, abrir sua própria equipe tendo Walter Payton como sócio e correndo na CART e com um detalhe muito curioso: Coyne fabricou seu próprio chassis, o DC-1. Coyne correu em seu carro até 1988 quando assumiu o lado de chefe de equipe definitivamente e também abandonou o projeto do chassis próprio, pois não alcançou bons resultados. Os melhores foram dois 12º lugares em Sanair e Cleveland em 1986.

A sede da equipe fica em Plainfield, no Estado de Illinois/EUA e, sem alternativas, Dale Coyne quase sempre teve que "vender" cockpits para pilotos que trouxessem bons patrocínios para sua equipe e a Dale Coyne sempre figurou entre as equipes mais fracas da categoria, às vezes apelidada como a "Minardi da Indy" mas foi a porta de entrada de vários pilotos como Paul Tracy e Michel Jourdain Jr e também de alguns brasileiros como Roberto Moreno, Cristiano da Matta, Tarso Marques e, mais atualmente, Mário Moreaes. Outros brasileiros que já correram pela equipe foram Alex e Ricardo Sperafico, Gualter Salles e Luis Garcia Jr.

Os melhores momentos da equipe foram em 1997, quando o mexicano Michel Jourdain Jr ganhou o título de Piloto de Mais Valor da temporada. Em 2000, a equipe chegou a ter 4 carros alinhados no grid (Tarso Marques, Gualter Salles, Alex Barron e Takuya Kurosawa. Já na Champ Car, o melhor ano foi em 2004, quando o espanhol Oriol Servia pilotou pela equipe e conseguiu um 3º lugar em Laguna Seca. O outro carro era pilotado pelo indescritível argentino Gastón Mazzacane.

O melhor resultado da equipe em sua história foi o 2º lugar que Bruno Junqueira conquistou no GP da Bélgica em 2007. Em 2008, a equipe migrou para a IRL, apos o fim da ChampCar e teve como pilotos os brasileiros Bruno Junqueira e o estreante Mário Moraes.

Para 2009, a equipe ainda não confirmou sua dupla de pilotos. Já é certo que Mário Moraes, contratado pela KV Racing está fora da equipe. Bruno Junqueira está negociando com outras equipes, mas caso não consiga deverá continuar na equipe.











Carros de Bruno Junqueira e Mário Moraes - Temporada 2008

fontes:
http://en.wikipedia.org/wiki/Dale_Coyne_Racing
http://pt.wikipedia.org/wiki/Dale_Coyne
http://en.wikipedia.org/wiki/Dale_Coyne

Comments

5 Responses to “Review - Dale Coyne Racing”
Post a Comment | Postar comentários (Atom)

Ron Groo disse...

É o que sempre digo: A essência do automobilismo vive nos EUA, apesar de seus campeonatos serem mais interessantes pra eles mesmo que pro resto do mundo.
Veja o caso do Coyne. Acreditou, fez seu proprio chassi e foi a luta.
Isto lembra até o Jack Brabhan...
Genial!

13 de fevereiro de 2009 10:29
*D@S disse...

Muy bueno el blog amigo, te paso el mio es de un equipo virtual de carreras online http://7gtr.blogspot.com

Un abrazo sigan asi !

13 de fevereiro de 2009 12:51
Felipão disse...

Olha que surpresa... Nem sabia dessa do chassi próprio... E a Dayle Coyne segue sobrevivendo... Grande exemplo...

13 de fevereiro de 2009 14:13
Tião Donato disse...

Olá Paulo. Em 2009 pretendo acompanhar de perto 2 ou 3 corridas da F Indy. Vou passar dois meses nos Estados Unidos e estou buscando viabilizar minha presença nas 3 provas iniciais. Minha pergunta é se vc já esteve presente em uma corrida nos Estados Unidos. Caso queira entrar em contato via e-mail, podemos conversar mais e dando certo, posso ser um colaborador para seu blog. Abs. Tião Donato. tiaodonato@gmail.com

14 de fevereiro de 2009 14:32
Filipe Furtado disse...

Paulo, eu acho muito otimismo achar que Bruno pode fechar com algo melhor que a Dale Coyne. Temo é que ele fique sem vaga.

15 de fevereiro de 2009 20:28

Postar um comentário

Gostou do Blog da Fórmula Indy?
Deixe seu comentário e ajude a incentivar a Autosfera Brasileira!
I am Indy!