Review: Andretti Green Racing

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Olá amigos da velocidade, olá amigos da Fórmula Indy.

Obrigado a todos que sempre passam aqui e agora venho falar que venho com tudo pra temporada 2009 e retomar as postagens deste blog, depois de ficar uns tempos sem poder postar por aqui por causa das minhas aventuras no mundo da velocidade virtual.

Retornando aos previews, a equipe de hoje do nosso "Review" possui uma história bem interessante pois tem vários personagens principais.

Hoje é o dia de falar da Andretti Green Racing (conhecida também pela abreviação "AGR"). Com este nome, a equipe existe desde 2003, mas tudo tem início bem antes, no ano de 1993 quando Barry Green e Jerry Forsythe fundaram a Forsythe Green Racing, com Jacques Vileneuve como principal piloto .

Mas logo no ano seguinte, desfazem a sociedade e Barry Green monta junto de seu irmão, Kim, a Green Racing. Em 1996, a equipe Green se tornaria a Brahma Sports Team, tendo como piloto Raul Boesel.

Em 1997, a equipe tem como patrocinador a marca de cigarros mentolados Kool, que lheu deu sua pintura mais característica, com o verde e branco dominando o carro. Por vários anos, Dário Franchitti pilotou este carro e, em outros tempos, Paul Tracy também pilotou pela equipe. Eles foram parceiros de equipe por 5 anos.

Em 2001, a Green contrata como piloto Michael Andretti, se tornando o Motorola Team. Andretti teve sua última vitória na carreira nesta equipe, em 2002 no GP de Long Beach. Para 2003, Andretti compra a maior parte da equipe e a renomeia para seu atual nome "Andretti Green Racing" e migra para a IRL. Tracy não veio com a equipe, preferindo permancecer na ChampCar e a equipe contrata Dan Wheldon para seu lugar, formando a equipe juntamente com Tony Kanaan e Dario Franchitti. Em 2004, Bryan Hertha é contratado para pilotar o 4º carro da equipe.

Estes 4 carros terminaram uma vez na frente em 1 corrida, o GP de St Petersburgo de 2005 com Wheldon em primeiro seguido por Kanaan, Franchitti e Herta. Foi com este time de pilotos que a AGR conquistou seus 2 títulos na IRL, com Kanaan em 2004 e Wheldon em 2005. Wheldon também ganhou as 500 milhas de Indianápolis em 2005.


Para 2006, Wheldon muda de equipe, indo para a Ganassi e o filho do chefe, Marco Andretti assume seu cockpit. Também em 2006, Danica Patrick é anunciada como nova piloto da equipe, no lugar de Hertha que se transferiu para a equipe AGR na American Le Mans Series (ALMS).

Em 2007, com Kanaan, Franchitti, Marco e Danica, a equipe é novamente campeã de pilotos com Franchitti em um final de campeonato espetacular com Scott Dixon. Franchitti anuncia sua despedida da equipe e da Indy, mudando-se para a Nascar. Para seu lugar, a AGR anuncia o japonês Hideki Mutoh, piloto que teve destaque na equipe da Indy Lights.

Já em 2008, a equipe com Kanaan, Danica, Marco e Mutoh não consegue um bom desempenho ficando atrás de Pesnke e Ganassi. O único momento de destaque da equipe foi a primeira vitória de Danica Patrick, que significou também a primeira vitória de uma mulher em uma corrida oficial de automobilismo. Para 2009, seu time de pilotos está mantido e a promessa é de um bom desempenho com Kanaan, que renova seu contrato com a equipe até 2013.

Pilotos da equipe para a Temporada 2009

Tony Kanaan, Brasileiro, 35 anos
Títulos: 1
1ºs 13
2ºs 13
3ºs 16
4ºs 12
5ºs 11
6ºs 4
Vitórias: 13
Pódios: 42
Poles: 10
Voltas mais rápidas: 14
Melhor posição num GP:
Total de GPs: 99
Total de pontos: 3003

Danica Patrick, Norte-Americana, 27 anos
Títulos: 0
1ºs 1
2ºs 1
3ºs 2
4ºs 3
5ºs 5
6ºs 7
Vitórias: 1
Pódios: 4
Poles: 3
Voltas mais rápidas: 2
Melhor posição num GP:
Total de GPs: 66
Total de pontos: 1436



Marco Andretti, Norte-Americano, 24 anos
Títulos: 0
1ºs 1
2ºs 4
3ºs 3
4ºs 2
5ºs 6
6ºs 0
Vitórias: 1
Pódios: 8
Poles: 1
Voltas mais rápidas: 4
Melhor posição num GP:
Total de GPs: 49
Total de pontos: 1036

Hideki Mutoh, Japonês, 27 anos
Títulos: 0
1ºs 0
2ºs 1
3ºs 0
4ºs 0
5ºs 0
6ºs 3
Vitórias: 0
Pódios: 1
Poles: 0
Voltas mais rápidas: 1
Melhor posição num GP:
Total de GPs: 19
Total de pontos: 370


Fontes:
http://en.wikipedia.org/wiki/Andretti_Green_Racing

Comments

9 Responses to “Review: Andretti Green Racing”
Post a Comment | Postar comentários (Atom)

Felipão disse...

Paulo... Já havia dito isso: Gosto muito desse tipo de post, em formato de guia. E o Marquinho, hein??? Jurava que ele ia correr na Europa... Vamos ver como ele se sai nesse ano... Acho que ele tem piorado ano após ano...

9 de fevereiro de 2009 17:19
Leandrus disse...

Era uma belíssima equipe em 2004 e 2005. Porque não remontá-la contratando alguém para o lugar de Mutoh? Dá pena ver os outros pilotos da Andretti Green brigando pelas primeiras posições e o japinha lá no grupo intermediário. Ele deve trazer algum tipo de lucro pra equipe, como patrocinador ou coisa do tipo, não?

E vamos ver como a Danica se sai esse ano, depois da primeira vitória ela fez umas barbeiragens de vez em quando...

Ateh!

9 de fevereiro de 2009 18:45
Loucos por F-1 disse...

Paulo, muito interessante a história da Andretti Green. Vamos ver se o TK consegue um bom desempenho este ano e quem sabe um título.
Abraços!

9 de fevereiro de 2009 18:58

Eu já acho o Mutoh bom piloto,mas inexperientes. Andretinho é o filho do Chefe e a Danica é irregular ainda.TK vai ter que carregar os times nas costas!Mas em 2010 com a equipe americana, a Danica e o Marco saem...

esperando o próximo post!

9 de fevereiro de 2009 19:45
Ron Groo disse...

Mas que staff de pilotos hien?
Se fosse olhar pelas caras e não pelo talento teriamos ai os verdadeiros trapalhões:
Um narigudo. uma anã, um playboy e um japones com orelhas de abano.
Por sorte sabemos que quase todos são bons pilotos.

10 de fevereiro de 2009 13:09
Loucos por F-1 disse...

Grande Paulo, depois passe lá no Loucos por F-1, pois fizemos uma indicação do seu blog.

Abraços!

Leandro Montianele

10 de fevereiro de 2009 13:58

Belo post...espero a AGR forte essse ano...
Abraços Paulo!!!

11 de fevereiro de 2009 00:40
Pezzolo disse...

nossa, e a danica tem uma carreira bem melhor que a estrela da casa, o andrettinho...

11 de fevereiro de 2009 14:35
Daniel Ramos De Oliveira disse...

Realmente infelizmente a AGR não conseguiu um bom resultado no ano passado,eu sou super fã dessa equipe.Mas com toda a certeza esse ano "a gente" vai conseguir o título com o Tony Kannan e a Danica conseguido muitas vitórias(e aposto que esse ano ela ganha a 500 Milhas de Idianópolis).Mas tomara que em 2010 que o Marco Andretti va pra a USF1,porque ele só atrapalha a equipe,além de não pilotar nada.

16 de fevereiro de 2009 19:54

Postar um comentário

Gostou do Blog da Fórmula Indy?
Deixe seu comentário e ajude a incentivar a Autosfera Brasileira!
I am Indy!