BFI chega ao Fim

domingo, 27 de setembro de 2009

Olá amigos da velocidade e olá amigos da Fórmula Indy.

Decidi terminar de postar no BFI, infelizmente alguns motivos importantes me fizeram tomar esta decisão. O principal é que eu, sinceramente, estou desiludido com o caminho que a Indy tomou neste ano. Corridas absolutamente  sem graça, o Título sendo decidido por 3 pilotos das 2 melhores equipes e isso sem dar chance a qq outro oponente. A inspiração e o ânimo de esperar por um campeonato melhor acabaram (certamente em 2010 não teremos modificação alguma) e por isso vou encerrar a jornada do BFI.

O segundo motivo é algo mais particular mas que eu vejo que vale a pena eu explorar pq é algo que aprendi a gostar demais. Estou falando das corridas virtuais, mas não apenas o fato de pilotar em si. Assumi o controle da equipe em que eu corro, e com isso vou ter todo um trabalho de planejamento (como inscriçao em campeonatos, gerenciamento dos cerca de 15 pilotos da equipe, fazer a pintura dos carros, gerenciar o fórum da equipe etc). Com isso, terei que demandar um tempo importante para que eu possa dar uma estrutura legal pros meus amigos que confiam em mim e correm pela equipe. Acabei criando um blog sobre a equipe, com a intenção de tornar ele um site no futuro. Vocês podem ver ele neste link  .

O site é uma idéia que eu jah tenho a tempos e, como novo dono da equipe, resolvi pôr em prática para dar mais publicidade a equipe (inclusive isso não é tão incomum assim, várias outras equipes possuem sites e até mesmo algumas tem patrocinadores reais (!). Mais pra frente mostro para vocês.

E o terceiro, na verdade mais uma solução para eu não sumir aqui da blogosfera apesar de eu poder continuar apenas comentando nos blogs de vocês, vou voltar ao Diário de um Piloto Virtual, mas agora não apenas como uma seção e sim um blog http://diariodeumpilotovirtual.blogspot.com. Se quiserem, podem adicionar ele, estou com muita vontade de manter ele por um bom tempo, encerrando esse tempo de "intempestividade" minha com os blogs.

E é isso. Agradeço a todos que me apoiaram nesta batalha que é manter um blog de automobilismo, ainda mais de 1 categoria que não é conhecida e não tem muitos adeptos no Brasil. Agora vou pra um novo desafio. Até mais.

Dica do BFI: Autozine again"

sábado, 19 de setembro de 2009

Olá amigos da velocidade, olá amigos da Fórmula Indy.

Não tive como ver a corrida de ontem a noite em Motegi, deixo para indicar a vocês o comentário de quem acompanhou o assunto: blog da indy e danicamania.

Fico por aqui mostrando mais uma dica de blog, voltando novamente ao Autozine, onde há pouco tempo vi o post sobre a Teoria dos Fuscas. Agora deixo para vocês verem o que a criatividade não faz nesse mundo.

Um cara comprou carrinhos de bate-bate, aqueles de parque de diversões e motorizou-os. Os bichinhos podem ter velocidade máxima de até 250 km/h (recebem motores de moto Honda ou Kawazaki) e, acreditem, são licenciados para andar nas ruas da Califórnia.


Mais fotos, vejam neste link do Autozine. Até mais!

Diário de um Piloto Virtual: Só em 2010

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Oi pessoal. Comentando rapidinho, minha mãe está se recuperando bem. Ontem saiu da UTI e foi para um quarto lá no Hospital e está bem, está falando, se movimentando, tudo blz. Ela está no melhor hospital especializado em câncer no Brasil, o AC Camargo-Hospital do Câncer, então fico tranquilo que está em boas mãos. A recuperação ainda vai durar uns 15 dias, nisso estarei na correria para revezar com minha irmã e meu pai para ficar de acompanhante dela durante todos estes dias. Vlw pelo apoio :)
Olá amigos da velocidade.

Não... eu não seria louco de estar correndo virtualmente com os problemas da vida real que estou enfrentando agora. Mas para 2010 tenho um novo desafio e que parece muito interessante. Vocês devem conhecer simuladores de gerenciamento de equipes de corrida (o que eu me lembro agora é o Gpro). Mas estes conceitos, aplicados ao mundo dos jogos simuladores de corridas virtuais é novidade e é isso que pretendo encarar ano que vem na Liga SpeedZone.




Sejam bem vindos ao Driving Life. São muitos os detalhes que teremos de ver, por exemplo estão inclusos o papel de chefe de equipe (no caso eu mesmo) e para poder correr no campeonato tenho que tirar uma SuperLicença, que lá representa 8 horas de treinos online, e estão fazendo tudo para ficar o mais próximo da F1 real. Vou deixar aqui a apresentação do campeonato e conforme eu puder vou ir atualizando para vocês verem. Até mais.

Driving Life é um campeonato de monoposto que tenta de forma mais abrangente lembrar o mundo da Fórmula 1. Além da parte das pistas, os bastidores serão parte crucial deste campeonato. O chefe de equipe terá em mãos o poder de fazer um grande carro, ou um grande fiasco. Poderá escolher os melhores ou os piores pilotos. Terá a equipe mais rica ou terá que pedir falência?

Isso é possível no Driving Life. O sistema manager, destinado ao chefe de equipe é um sistema onde se é disponibilizado uma gama de fornecedores e a partir disso, com uma renda inicial, monta-se um time que para tentar sobreviver precisa de ter bons pilotos pra seguir em frente e ter como seguir na evolução do carro da equipe e já evoluir seu carro pra próxima temporada.

Os pilotos terão um papel importante, já que eles ajudarão a trazer renda aos times. Eles precisam de adquirir a superlicença para poder correr no campeonato. O desempenho deles fará com que eles sejam mais valorizados ou não. Então é um sistema onde ambos precisam ser os melhores, pra poderem sobreviver.

Os equipamentos da equipe receberão atuaçizações durante a temporada, a certo custo e demandando certo tempo. Mas podem ser cruciais na disputa pelo título. Mas como o mundo não é exato, essas melhorias podem melhorar muito, pouco, ou não melhorar o carro e sim prejudicá-lo.

O campeonato também terá disponível um Kers, que é opcional, e tem implicações no desempenho do carro.

Basicamente, esse é o sistema Driving Life. Algumas partes serão melhor explicadas aos chefes de equipe, que também estarão esclarecendo isso a seus futuros pilotos e pilotos de teste.

Bem vindo ao DL.

BFI pára novamente....

sábado, 12 de setembro de 2009

Infelizmente as coisas com a minha mãe não estao nada boas. Conseguimos internar ela no melhor hospital que trata de câncer aki em SP. E diagnosticaram que o tumor q ela jah teve 2 vezes voltou. Operou hj pra retirar 2 partes do intestino obstruidas e que foram religadas. No minimo ela vai ficar 15 dias internada, se tudo correr bem. Depois vem a recuperação, por isso daki pra frente não tenho previsão de voltar a rotina aki na blogosfera. Flw.

Dica do BFI: Teoria dos Fuscas

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Olá amigos da velocidade, olá amigos da Fórmula Indy.

O Blogger ficou loucão, eu programei pra esse post sair quinta feira e ele jah postou rsss. Depois vejam o post abaixo também "Notinhas curtas Pré Motegi" ;)


Continuo com a série de dicas de sites que eu já tinha aqui no BFI e que também fiz algumas no Fancars. Hoje fuçando no Autosfera, achei o ótimo site Autozine. Os donos dele, Danilo Ferreira e Gilberto "Knuttz" fazem um belo trabalho falando sobre tudo o que seja relacionado a carros.

Tem um mega post lá com 200 fotos de carros "Xunados" e um sobre os piores "Xunings russos". Mas o que mais me chamou a atenção foi o post "Onde tem um Fusca, sempre tem outro".


Gente, é impressionante como essa teoria parece que existe de verdade. Isso parece uma mistura de Teoria da Conspiração (por sinal um ótimo filme) com akela frase "Isso non Ecxiste" de um cara ae que não lembro agora quem é (risos).


Fiquei tentado agora tirar a prova se a Teoria é verdadeira ou não, quando eu ver um fusca vou ver se tem algum outro perto (risos).

Até mais!

Mais Notinhas Curtas pré-Motegi

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Olá amigos da velocidade, olá amigos da Fórmula Indy.

Não temos muitas novidades nessa pausa entre as corridas de Chicago e de Motegi (Japão). Vamos para o que está pipocando na imprensa norte-americana:

Rumores de Danica Patrick na Nascar crescem
Isso já não é mais novidade. Já que a mina rebateu qualquer especulação de ir para a F1 e nunca mais se falou nada sobre de uma proposta para ir para a Ganassi, agora o fato de Tony Stewart, dono de equipe e piloto na Nascar, ter dado umas dicas para ela sobre a categoria dos carrões pesados. Nem vou me estender muito no assunto, vou deixar com aqueles que estão mais por dentro da história da Danica. Vejam no DanicaMania e no 3 wide in Turn 4.

Dixon pilotará para Gil de Ferran (na ALMS).
O neozelandês agradeceu a liberação da Ganassi para que ele possa participar das 10 horas de Road Atlanta, pela Petit Le Mans entrando no revezamento do carro com o próprio De Ferran e Simon Pagenaud. "Estou feliz porque a Ganassi me deu outra oportunidade de correr com Gil nesta equipe. Sempre gostei das chances que eles me deram, em especial na Petit Le Mans", disse Dixon.
De Ferran é só elogios ao piloto: "Estamos muito felizes pode ter Scott conosco em Petit Le Mans neste ano. Está será sua terceira participação em nossa equipe. Ele não apenas se adequou muito bem, mas também superou as expectativas em todas as vezes que correu conosco. Ter alguém com este calibre é uma excelente notícia". Dixon já pilotou na ALMS na equipe de De Ferran em outras oportunidades.
Sempre lembrando: em 2010 há a possibilidade de De Ferran entrar com uma equipe na Indy e Dixon é um dos grandes candidatos a uma vaga em sua equipe.

Kosuke Matsuura assume o carro da Conquest Racing
Já estava no contrato, mas não custa anunciar. Com o acidente de Nelson Phillipe em Sonoma, a Conquest teve que correr para consertá-lo e deixá-lo em condições para que o japonês possa trabalhar com ele em Motegi. "Será ótimo para voltar ao volante do Dallara. Nós não teremos muito tempo durante o fim de semana de corrida no Japão, por isso é importante começar algum tempo antes a fim de se habituar com o carro. Estou ansioso para trabalhar com o equipe Conquest e estou ansioso para correr na frente do meu público", disse Matsuura, que não tem lá graaaaandes resulados na Indy (seguindo a "tradição" dos pilotos japoneses na categoria, um texto bem legal que fala um pouco desta saga dos pilotos orientais vocês podem ver no Blog da Indy neste post, é bem legal.
Até a próxima!

Notinhas Curtas: Enquanto GP de Motegi não chega

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Will Power e Nelson Phillipe poderão voltar a pilotar em 2010
Power (foto) perdeu 2 dentes e fraturou 3 vértebrar lombares e Phillipe teve a fratura exposta no tornozelo direito, mas ambos já estão em recuperação. Power está sendo tratado com o mesmo médico que tratou da recuperação de Nelson Piquet, quando se acidentou na Indy em 1992 (Dr. Terry Trammel). Ambos deverão estar aptos a pilotar em março do ano que vem, início da Temporada 2010 da Indy. (fonte: Blog da Indy)


Alex Lloyd pilotará pela Newman Hass Laningan em Homestead
O piloto inglês substituirá o espanhol Oriol Serviá na última etapa da Temporada. Lloyd, que se desligou da Ganassi, onde era piloto de testes, já está há um tempo procurando uma vaga de piloto titular e espera estar disputando a Temporada 2010 completa. Ele foi o Campeão da Indy Lights em 2007. Em 2009, correu as 500 milhas de Indianápolis pela Ganassi e chegou em 13º lugar (com aquele carro todo rosa, lembram?).



Mário Moraes dedica o seu 1º pódio na Indy a seu pai
Moraes estava bastante emocionado no pódio e fez questão de dedicá-lo a seu pai, que faleceu no há poucas semanas. Curt Caving, jornalista do Indy Star declarou em sua coluna no jornal americano a emoção de Moraes: "Quase chorei junto com o Mário Moraes , pois ele dedicou seu pódio a seu pai , foi muito emocionante. (Ryan) Briscoe deu até uns tapinhas nas costas dele, dando uma força". (Fonte: Blog da Indy)

Salvador é a cidade mais próxima de receber a etapa da Indy em 2010
Após a reunião com o governador da Bahia, Jacques Wágner e o prefeito de Salvador, João Henrique, Terry Angstaad, representante comercial da Indy deu a seguinte declaração : "Acho que agora podemos levar as negociações ao próximo nível. Acredito que Salvador é o lugar perfeito para nós. Temos pessoas bem motivas dos 2 lados da mesa, então estamos muito otimistas de que iremos correr aqui".
Mas logo tratou de demonstrar precaução com a situação: "Foi o primeiro encontro "cara a cara", e tratamos sobre os detalhes da negociação. Mas o demônio está nos detalhes. Então trabalharemos juntos para ter certeza de que será algo bem sucedido para ambos os lados." Afirmam que 40 milhões de reais são o que separam a corrida de ser realizada no país e que o Governo da Bahia ja está em busca de patrocinadores para cobrir esse valor. Vejamos o que vai acontecer daqui para frente, já que foi informado que daqui a 15 dias, Angstaad terá a resposta.

Off Topic: Dei uma "remexida" no meu capacete, acho que agora sim ficou legal:



Off-Topic: Curtindo um ócio criativo

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Olá amigos.

Enquanto eu ainda não tenho o gás pra voltar ao BFI com tudo, fico curtindo um pouco do tempo vago que ando tendo (nas corridas virtuais, saí de campeonatos - agora corro apenas de DTM e de Mini), deixei de ser editor da revista online da SpeedZone...

Então comecei a fazer uma coisa bem interessante: capacetes em 3d. Já faz um tempo que eu estou mexendo com isso (a minha imagem de exibição aki no blogger sempre foi um capacete) e agora que sou dono de equipe virtual (BFMT Supersonic F-Team), resolvi fazer os capacetes dos pilotos da equipe.

Mas antes, mostro a atualização do meu capacete, eu sou fã do Kubica e fiz uma homenagem, usando o layout do capacete dele com as cores do BFI (usarei ele nas corridas online):


E abaixo, os capacetes que fiz para os pilotos da equipe:


Até mais!

Vamos tentar atualizar o BFI.

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Pessoal, estou tentando voltar aos poucos, os problemas de saúde da minha mãe ainda não estão completamente resolvidos então está complicado ainda. Um outro detalhe, fui tentar fazer um esquema de post's resumidos aqui pro BFI e zuou o template. Recoloquei o original mas vai faltar alguns blogs no meu BlogRoll, se você ver que está faltando o seu, me avise. Vlw


Nas 2 últimas etapas realizadas da Indy (Sonoma e Chicago), vimos que Dario Franchitti e Scott Dixon (Ganassi) e Ryan Briscoe (Penske) são os candidatos ao Título de 2009. Qto ao Hélio, vou concordar com uma opinião de um colega meu, parece que Hélio só corre bem até a etapa em Indianápolis. É incrível a coincidência, toda metade final de temporada dele é ruim, cheia de altos e baixos. Ao menos nesse ano, a Penske tem influenciado bastante em seus maus resultados com os problemas no carro #3 de Castroneves. Em ambas as 2 últimas corridas, o carro de Hélio apresentou problemas e foram quebras de suspensão. Com isso, Hélio já está vendo de longe os 3 primeiros colocados no campeonato.


Franchitti dominou a etapa de Sonoma, marcada pelo forte acidente entre Will Power (Penske) e Nelson Phillipe (Conquest), este que tentava voltar a categoria, mas vai ficar de fora por um bom tempo com lesões nas pernas e tornozelo. Ambos os pilotos estão bem e Power também não correrá mais nessa temporada. Voltando ao resultado final da etapa, Briscoe conseguiu terminar em 2º lugar e contou com a sorte de não ter se envolvido no "big one" logo na 1ª volta, coisa que Dixon não conseguiu evitar e acabou terminando apenas na 13ª posição.


Franchitti venceu de ponta a ponta em Sonoma.

Em Chicago as coisas na corrida estavam bem mais abertas. Qualquer um dos 3 tinham chances de vencer. E não é por menos que a vitória de Briscoe foi decicida no photo finish, venceu Dixon por apenas 0,077s. Franchitti terminou em 4º lugar e se manteve na disputa do Título. O destaque positivo da etapa foi o bom desempenho de Mário Moraes (3º lugar, seu 1º pódio na Indy) e de Raphael Matos (9º lugar, mas chegou a ser o 5º nas últimas voltas da corrida). O mesmo não se pode dizer de Tony Kanaan que terminou num longíquo 13º lugar (realmente esta Temporada é pra se esquecer).


Chegada em Chicago. Briscoe venceu Dixon por apenas 0.077 seg
Olha o Mário Moraes ali em 3º, seu melhor resultado na Indy.



Após a etapa de Chicago, Briscoe lidera com 550 pontos, Franchitti é o segundo com 525 e Dixon o terceiro com 517. Faltam 2 etapas para o final da temporada (Motegi e Homestead). 2 etapas em ovais que não são tão imprevisíveis, como Chicago por exemplo, onde sempre tivemos chegadas apertadas com vários carros com chances de vitória.

Meu palpite? Por mais que Briscoe tenha evoluído (arrisco dizer que ele já supera Castroneves de longe) e Dixon ser o atual campeão, aposto que Franchitti vai ser o Campeão. Por sua regularidade (dominou nos mistos e está sempre terminando bem as corridas nos ovais). É isso. Motegi é daqui a 3 semanas, teremos bastante tempo pra prozear sobre a Indy. Até mais!.

Ausência por uns Tempos....

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Pessoal, devido a problemas de saúde na família, vou sumir por uns tempos da Blogosfera. Não é nada de muito grave, mas que inspira cuidados. Até mais.

Off: Revista SpeedZone Magazine

sábado, 22 de agosto de 2009

Olá amigos da velocidade, olá amigos da Fórmula Indy.

Como eu falei há um tempo atrás, além do blog agora eu também me meti a editor de revista eletrônica (risos). Depois de bastante trabalho, já publiquei 3 edições da Revista SpeedZone Magazine, que falam sobre as corridas virtuais da Liga onde ajudo na organização (www.speedseries.com.br).

Vou deixar aki para vocês também verem estas 3 primeiras edições. Até mais!






Indy 2009 - Altos e Baixos da Temporada - Parte 3

terça-feira, 18 de agosto de 2009

Olá amigos da velocidade, olá amigos da Fórmula Indy.

Continuando a série das análises, hoje falaremos dos circuitos em que a Indy está correndo nesta Temporada. Já citamos como falta de emoção na atual temporada, o domínio das equipes Ganassi e Penske em qualidade dos setups dos carros e a desatualização dos chassis e o fato de ser uma categoria monomarca de motores e pneus.

Somado a estes itens, incluímos as escolhas dos circuitos que a Indy anda fazendo há pelo menos 3 ou 4 temporadas. É sabido por todos que, desde a cisão entre CART e IRL, na pista em que uma andava, a outra nem poderia sonhar em pisar. Mas, pouco tempo depois, o que vimos foi a Champcar (já depois da mudança da CART) ser uma categoria que corria apenas nos mistos americanos (aconteceram algumas provas em mistos europeus, me lembro dela ter corrido em Brands Hatch, mas há de se citar que nos EUA há excelentes circuitos mistos) e a IRL ficar com os ovais e a prioridade em correr em Watkins Glen e Sonoma.

Após a reunificação, apenas Glen e Sonoma permaneceram como corridas em circuitos mistos permanentes. St. Petesburg, Detroit (e depois Edmonton, Long Beach e Toronto) vieram a compor a lista de circuitos mistos não permanentes na categoria. Mas há de se lamentar que a categoria não corre em nenhum dos mistos permanentes daqueles em que havia corridas maravilhosas na época da CART (Portland e Elkart Lake são alguns exemplos).




Subida para a reta dos boxes em Elkart Lake, circuito que sempre recebeu grandes corridas.

Lógico, há os motivos comerciais para isso, o calendário da Indy atual já é inchado (17 etapas, seriam 18 se a de Detroit não fosse cancelada) e lembrando de uma passagem do post anterior, o calendário da Indy tem q ficar incrustado para começar antes das temporadas dos esportes que os americanos mais preferem e acabar antes do final dos mesmos. Então espaço para mais etapas não há. Então, porquê não trocam algumas etapas, perguntariam alguns de vocês....

Igual a F1, a Indy também tem alguns contratos vitalícios ou de grande duração com algumas pistas. O exemplo mais atual e fácil de compreender é o de Iowa, pequeno oval na cidade de mesmo nome, é localizado na região de maior produção de etanol nos EUA (nem preciso citar que os Indy são movidos a etanol né? -risos-).

Iowa: um dos ovais "mais sem sal" da temporada e que, dizem estar na Categoria apenas por interesses políticos.

Fora isso, para nós fãs da Indy é inexplicável super-ovais como Michigan longe da categoria. Além disso, alguns ovais consagrados na época da CART nem existem mais (Nazareth é um exemplo dele), enquanto isso outros ovais pequenos não acrescentam nada a categoria, pela enorme falta de ultrapassagens agravadas pelo fato do problema de falta de pressão dos chassis Dallara (Richmond infelizmente se inclui aqui).

Algumas mudanças estão previstas para 2011, junto com o pacote para chassis e motores. Tomara que ela traga também novos circuitos (ou a volta de alguns em que os fãs viam belas corridas de volta). Até a próxima!

Indy 2009: altos e baixos da Temporada - Parte 2

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Continuando a Análise da Temporada 2009, chegamos aos problemas que estão deixando a categoria menos competitiva e chata.

A aparente competitividade entre os pilotos da Ganassi e Penske não esconde um problema crônico da Indy atual. A falta de ultrapassagens reina absoluta há pelo menos 3 anos. A maior parte da culpa recai sobre os defasados chassis Dallara, que a categoria utiliza há 6 anos e que há um bom tempo não tem desenvolvimento algum. Outro fator que colabora são os motores monomarca, apenas da Honda. Falta uma disputa entre chassis e motores, algo que era mágico nos tempos da Cart (chassis Reynard x Dallara, motores Honda x Mercedes x Ford, até pneus tínhamos Firestone x Goodyear).

Chegada da corrida de Michigan em 1998, Montoya x Andretti
(bons tempos aqueles ...)


A redução de custos que a categoria adotou quando a Indy se dividiu entre ChampCar e IRL aumentou por um lado a igualdade de condições entre os carros, assim o melhor piloto ganharia as corridas e o Título. O problema é que essa fase já passou e hoje em dia temos as 2 equipes melhores, aparentemente detendo a maior parte dos acertos finíssimos para seus carros e concentrando para si as vitórias. Enfim, algo tem que ser revisto urgentemente.

Aqui ele está bonitão, mas o chassis Dallara está em uso desde 2003 e sem desenvolvimento. Se nos ovais ele já não é lá grande coisa, nos mistos piora ainda mais...

A partir da corrida no Kentucky adotou-se algumas medidas. As mais importantes foi a adoção do "Push-the-Pass", um botão no volante que, quando acionado, dá potência extra ao motor (solução mais barata e tão eficiente quanto o Kers na F1). Limitada a X utilizações (acho que são 16 vezes durante a corrida), a potência extra depende da mistura ar-combustível que os pilotos estão usando no momento do acionamento), acabou dando um alento de mais ultrapassagens na corrida em Kentucky (oval). Foi assim que Briscoe conseguiu passar Ed Carpenter a poucos metros da linha de chegada, apertando o botão....

... que prometia mais emoção mas que nos mistos não fez a menor diferença.

A outra medida foi a adoção de mais pressão aerodinâmica nos carros. Os Indy atuais estão sofrendo com a falta de aderência na parte da frente, como a F1 até o ano passado. Mais pressão aerodinâmia significa mais estabilidade ao carro no tráfego em circuitos ovais. A medida também deu certo em Kentucky.

Mais pressão aerodinâmica "funfou" no Kentucky ...

... em Mid Ohio não "funfou" e Dixon reinou sozinho em sua 20ª vitória na IRL (record).

Mas em Mid-Ohio, ciruito misto, estas aparentemente bem sucedidas medidas pareceram ter sumido, que nem existiam nos carros. Não se viu benefício a algum piloto de ter usado o Push the Pass e a corrida foi uma procissão até o final, com direito a Dixon faturar a vitória com quase 30 segundos de vantagem para o segundo colocado, Briscoe.

Aí temos algo que também contribui para a falta de competitividade entre os carros: a escolha dos circuitos. Na próxima parte da Análise falarei sobre eles. Até mais!

Indy 2009: altos e baixos da Temporada - Parte 1

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Olá amigos da velocidade, olá amigos da Fórmula Indy.

A temporada 2009 na Indy já está entrando na reta final. Já foram realizadas 13 das 17 etapas de 2009, em um campeonato que tem que acabar cedo, em Outubro, para não perder audiência com as finais dos campeonatos de Futebol Americano, Baseball e a NBA lá nos States... (eh a vida neh... fazer o quê).

Falando um pouco dos números da temporada, citar que o domínio de Ganassi e Penske é desnecessário. Desde o título de Dario Franchitti em 2007 pela Andretti Green, nenhuma outra equipe consegue andar no mesmo nível destas 2 (até mesmo em 2007, na minha opinião o título de Franchitti foi mais pela soma de momentos de sorte do que insucessos de seus adversários).

A Ganassi venceu 7 corridas (Dixon = Kansas, Milwaukee, Richmond e Mid-Ohio / Franchitti = Long Beach, Iowa e Torono). A Penske venceu 5 corridas (Briscoe = St. Petersburg e Kentucky) / Hélio Castroneves = Indianápolis e Texas / Will Power = Edmonton). A única exceção foi a vitória de Justin Wilson em Watkins Glen, pela equipe Dale Coyne (observação importante: foi a 1ª vitória da equipe, depois de 25 anos de corridas, mais que merecidos parabéns para o Dale Coyne, que inclusive falei brevemente sobre a história da equipe neste post).

Briscoe venceu a 1ª etapa, em St Petersburg

Nem mesmo a Andretti Green venceu uma corrida até agora. Nesta mesma época no ano passado, Tony Kanaan tinha vencido em Richmond. Mas a Andretti Green está mal há pelo menos 2 anos, coincidentemente depois q Franchitti saiu da equipe e foi para a Nascar e formou-se a equipe com o "professor Kanaan" e seus 3 alunos. O melhor deles (ou "a" melhor né) é a Danica Patrick, que mesmo envolta pelo Marketing está pilotando bem. Hideki Mutoh tem feito o que se pode esperar dele, corridas medíocres mas ao menos não prejudicando ninguém, diferentemente do filho do dono da equipe, Marco Andretti (e ainda colocam ele como piloto da USF1 tsc..tsc...tsc....). Com este quadro, a AGR só poderia estar na situação em que se encontra.

Dixon leva um banho de champanhe depois de vencer a etapa de Mid Ohio.

Voltando aos números, após a 13ª etapa que foi vencida por Dixon, este voltou a liderança do campeonato. Com 460 pontos ele passou Briscoe que tem 457 pontos. Franchitti é o terceiro com 440 e Hélio o quarto com 359 seguido da Danica em quinto com 321 pontos e Marco Andretti em sexto com 307 pontos. Não me perguntem como o Marco está nessa sexta posição, com seu desempenho pífio em 2009. Também é um pouco inesperado a Danica em quinto, talvez pq a vem a lembrança de ela não ter ido bem nas últimas corridas mas no início do ano ela esteve atrás apenas dos carros da Ganassi e Penske.

O interessante é que entre as equipes há a disparidade claríssima, algo como na F1 nos tempos de Ferrari x Mclaren. Mas diferentemente desta categoria, a disputa em seus 4 pilotos (seriam 5 se Power tivesse carro para toda a temporada) há um equilíbrio enorme entre eles. Não a toa Dixon, Franchitti, Hélio e Briscoe se revezam nas vitórias na temporada, o que tem dado uma boa dose de novidade a cada resultado final de corrida. "Quem será o líder após a próxima etapa?" A gente pode-se dar ao luxo de fazer essa pergunta com o desenrolar da temporada.

Mas nem tudo são flores, e amanhã no próximo post eu falarei os problemas da atual temporada. Até mais!.

Ôoooo, o BFI voltou..... o BFI voltou.... o BFI voltooooooou!

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Olá amigos da velocidade, olá amigos da Fórmula Indy.

Antes de falar qualquer coisa e atendendo a pedidos do nosso querido Groo:


Volta o cão arrependido.
Com suas orelhas tão fartas.
Com seu osso roído.
E o rabo entre as patas!

Volta o cão arrependido.
Com suas orelhas tão fartas.
Com seu osso roído.
E o rabo entre as patas!

"Muito bem Chaves, muito bem!" (Seu Madruga)

"O verso é repetido 44 vezes...Volta o Cão Arre..." (Chaves)


(risos) Pois é pessoal, não resisti ao tempo de aposentadoria e ficar longe do BFI, bem que eu tentei desaguar as mágoas no FanCars, mas não consegui. Estou de volta a ativa por aqui e espero que eu possa retomar aos poucos a normalidade da rotina de um blog de notícias voltado a Fórmula Indy.

Acredito que conseguirei postar por aqui regularmente, não perdendo muito tempo após as etapas, trazendo alguma coisa sobre notícias e curiosidades... enfim. Espero ter voltado pra ficar por aqui :-). Em breve novos post's, até mais!

Uma tentativa de recomeço? Pode ser que sim....

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

pode ser que não, o mais provável é... quem sabe (by Chiquinha do Chaves.... rs)

Estou pensando pessoal, há uma chance de eu voltar ao BFI (indecisão e impulsividade é comigo mesmo, não liguem rs). Após 2 semanas de FanCars, estou começando a ver que gosto de automóveis e de falar sobre eles mas não estou tão a vontade pra escrever sobre eles como eu faço sobre assuntos da Indy.

Então pode ser que eu volte com o BFI, essa semana eu decidirei, deixar o meu lado perfeccionista de lado e pensar em voltar falando apenas o simples, o básico .... ou seja o que importa... hehe

Abs.

Níver do BFI - 1 Ano na Estrada Virtual e chegamos (?) ao final dela.

quinta-feira, 16 de julho de 2009

Olá amigos da velocidade, olá amigos da Fórmula Indy.

Este texto está alguns dias adiantado de quando eu realmente queria postar, mas como nem tudo sai como a gente planeja não é? Então vamos lá. O dia 21 de Julho é especial para o BFI. Afinal, após inúmeras tentativas de montar um blog, eu enfim consegui fazendo um sobre Fórmula Indy. No dia 21 de Julho de 2008, eu começava o blog ainda como "Eu sou Indy" com um post sobre como instalar o game Nascar Racing Season 2003 + o mod Indycar Series 2005. Post este que eu fiz porque queria implantar ele no Campeonato Offline que eu promovia na Comunidade da Indy no Orkut.

Mas alguns dias depois eu faria um post "Próxima Parada" sobre a corrida de Edmonton, que aconteceu no final de semana seguinte. Foi assim que eu comecei na estrada virtual dos blogueiros, falando de algo que eu gostava muito, mas muito mesmo e que por isso me dava enorme prazer em escrever para que todos pudessem ler e conhecer melhor a Fórmula Indy.

Comecei a escrever, mais por admiração a alguns blogs, o primeiro que me incentivou foi o blog da Bruna (DanicaMania) que eu conheci também atráves da Indy no Orkut e fiquei admirado com o trabalho dela. Comecei a pesquisar outros blogs que falassem de Indy e, no máximo, achei apenas alguns descontinuados que falavam sobre a ChampCar ou que começaram a falar da Indy mas pararam nos primeiros post's. Daí veio a idéia de eu mesmo montar um blog que falasse da Fórmula Indy atual, que cobrisse as etapas e que trouxesse informações atuais e do passado para que os amantes do automobilismo pudessem ter acesso a esta categoria, muito "minimizada" pelos fãs "fervorosos" da Fórmula 1.

E foi uma grande surpresa para mim ver que, entre alguns desses fãs aparentemente "fervorosos", achei muitos que se interessaram pela Indy e passaram a acompanhar meu blog. Conheci muitas pessoas legais e que me deram uma força enorme para continuar na luta para manter o blog na ativa. Ron Groo, Felipão, Felipe Maciel, Priscila Bar, Fábio Andrade, Fábio Campos, Thiago Raposo, Marcos Antônio, Jackson (são muitos e aqueles que eu não citei, o sentimento é o mesmo para vocês) foram pessoas importantes demais que eu conheci e que nunca vou esquecer pela ajuda e pela força e carinho como que me receberam.

O blog teve alguns "soluços", ficou uns tempos sem atualização, mas eu sempre recebi o apoio para continuar lutando. As vezes estava com poucas idéias (ou notícias) para postar, mas sempre tentei falar coisas interessantes para todos. Depois de várias mudanças de template (o BFI é o blog "camaleão" da blogosfera rs) me fixei no template atual e com ele adquiri um domínio próprio. Agora o blog não era mais .blogspot e sim .com, e um pomposo nome de blogdaformulaindy.com surgia. E ele trouxe muito mais acessos ao meu blog, impressionante o que um domínio .com faz com qualquer site.

Mas nos últimos tempos venho enfrentando problemas cada vez maiores para manter o blog. Isso me levou a deixá-lo mais de 2 semanas sem atualizá-lo e isso fez muito mal tanto para ele como para mim. Ao tentar voltar a rotina normal, vi o quanto isso fez cair a visitação dele e agora que tenho muito menos tempo para poder fazer um blog de notícias como o BFI é, eu realmente acho que não tenho mais energia para correr atrás novamente dos leitores. Some-se isso ao fato de que, no mês que vem, eu voltarei a estudar. Serão 3 dias de aula por semana (de segunda a quarta feira), 3 noites a menos livres por no mínimo 9 meses para poder desenvolver textos para o blog e que necessitam ser postados em seu tempo certo, afinal um blog de notícias com notícias atrasadas é o pior que há não é mesmo?

Então é por isso que, no aniversário do blog, eu anuncio que o BFI não irá mais continuar. Deixo a tarefa para aqueles que começaram a falar da Indy após lerem os meus textos. E também para aqueles que continuam na estrada falando de Indy como os blogs do Jackson (www.blogdaindy.com) que conta com uma grande equipe e sempre trás coisas muito legais, pelo blog da Bruna (http://danicamania.blogspot.com) um blog que fala sim da Danica Patrick, mas que não está nem aí se ela é apenas uma jogada de marketing, mas fala sim da piloto Danica Patrick, um trabalho que eu realmente admiro muito.

Maaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaasssss, embora eu fique triste com o final do BFI (um dia espero retomá-lo e continuar falando da Indy e suas histórias) me lembrei de um projeto antigo que ficou engavetado. E para eu não ter que parar de postar informações que aposto que serão muito legais para vários de vocês, vou retomá-lo.

Então a partir de hoje, vocês podem me encontrar no Fanático por Carro. Um blog que na verdade era um dos meus primeiros projetos e que acabei deixando de lado para trabalhar no BFI, mas que agora poderá ser uma realidade bastante concreta para mim. Nele pretendo falar sobre o mundo dos Automóveis (também sou um fã de carteirinha da Indústria Automobilística, desde as suas engenhocas até os carros da mais nova última geração).

Agora partirei para este blog, o qual tenho certeza de que poderei mantê-lo mesmo com o menor tempo que terei para dedicar a ele (não será um blog de notícias e isso alivia bastante a barra para o blogueiro que aqui vos fala). Farei post's sem ter a necessidade de seguir o calendário de um campeonato (Indy) e isso trará uma liberdade maior para a criação dos textos. Mas não pensem que eu ficarei longe da Indy só porque o assunto do blog será outro. Continuarei falando da Indy sempre que puder.

E é isso, o ciclo da vida para o BFI parece ter chegado ao seu final a algumas semanas atrás. Mas digamos que ele sairá de férias sem previsão de término. or isso adianto este texto para hoje 5 dias antes do aniversário do BFI. Agradeço a todos que sempre passaram por aqui e espero vocês no meu novo blog, que começará pra valer na próxima segunda feira (20 de Julho).

Até mais!

Aviso aos Navegantes: BFI dará um tempo neste mês de Julho

sexta-feira, 3 de julho de 2009

Olá amigos da velocidade, olá amigos da Fórmula Indy.

É complicado tomar decisões deste tipo, mas neste mês de Julho vou ter que dar um tempo com as coisas aqui no Blog.

Estou desenvolvendo uma revista eletrônica que será publicada no site da Liga de Automobilismo Virtual que eu colaboro na parte editorial. É um projeto parecido com o que existe no Paddock Online, um jornal online que cobre várias Ligas de AV.

E o que estou desenvolvendo é uma revista que falará sobre a 1ª Temporada deste ano na SpeedZone, com um resumo do que rolou em todas as categorias, estatísticas e uma apresentação da 2ª Temporada que começará mês que vem.

Então, como tenho que fazer praticamente tudo sozinho, vou ter que deixar o BFI de lado ao menos neste mês de Julho. Embora em Agosto terei idéia de se poderei continuar com as atividades do Blog, pois vou fazer um cursinho a noite e ficarei com o tempo livre bastante prejudicado.

Mas nesse mês estarei sempre dando uma olhadinha nos blogs amigos, podem deixar que eu não vou sumir do mapa ;)

Até mais

Diário de um Piloto Virtual: Eu ainda estou na ativa!

quarta-feira, 1 de julho de 2009

Olá pessoal.

Deixei de escrever os diários porque, vou ser sincero, estavam dando um trabalho danado e além de não ter uma boa visitação estava tomando um tempo precioso meu. Mas eu continuo correndo e neste mês de julho estão chegando ao final as Temporadas dos campeonatos em que estou correndo. Quando estiverem finalizados venho aqui mostrar os resultados (estou indo bem até para um novato hehe).

Mas por enquanto, vou apresentar a vocês uma novidade. Os preparativos para os campeonatos em que vou correr no segundo semestre estão a todo vapor e eu terei que mudar todos. Não vou correr mais onde corria então agora precisei de novas pinturas para novos carros. E agora todos eles vão ser "paitrocinados" pelo BFI rs. Apresento-lhes 2 destes carros, 1 da Indy e 1 da Stock Car, mesmo não correndo mais nele fiz uma pintura para depois fazer algum banner do blog com ela. Até mais!

DTM 2009

Fórmula 1 (Temporada 2007)

Indy 2009

Stock Car

Sobre a saída de Tony George da Presidência da IRL

Pessoal fui pego de surpresa com esta notícia, sabia que a situação dele na presidência poderia se complicar a qualquer momento, mas não esperava. Como estou atolado de serviço e coisas para resolver, vou deixar os link's para os post's do Speeder e do Jackson sobre o assunto e assim que eu tiver um tempo livre comentarei sobre o assunto.

Também fico devendo por enquanto um post sobre a próxima etapa (Watkins Glen) e notícias sobre a escolha do local da etapa brasileira em 2010 (agora não sei se ameaçada com a saída do Tony George).

Até mais.

Nossos Pilotos falam: GP de Richmond

terça-feira, 30 de junho de 2009

Tony Kanaan (6º Colocado - Andretti Green)
"Fizemos o melhor que podíamos fazer. Não foi uma noite ruim para nós. Ficamos limitados quando perdemos a volta para o líder, mas conseguimos somar pontos importantes. Sinto muito pelos fãs que assistiram uma prova com poucas ultrapassagens, pois estava muito, muito difícil ultrapassar aqui. Defiitivamente, não foi um grande show. Mas foi um resultado positivo para nós, porque quebramos uma sequência ruim. Agora é seguir para frente cada vez mais"

Mário Moraes (16º lugar - DNF - KV Racing)
"Estou feliz por ter terminado a corrida. Depois do acidente nos treinos a equipe fez um grande trabalho em consertar o carro e os engenheiros fizeram um bom trabalho fazendo as alterações para que eu ao menos pudesse terminar a corrida e somar pontos para o campeonato".

Hélio Castroneves (17º Lugar - DNF -Penske)
"Estou extremamente desapontado com a forma como nossa corrida terminou. Não tivemos um carro vencedor, mas poderíamos terminar entre os cinco primeiros. Tentamos apenas ficar na frente e levar alguns pontos. Infelizmente, por alguma razão, um carro ficou mais lento na minha frente (Tomas Sheckter) e, para não bater nele, acabei eu mesmo batendo. Agora, temos apenas que manter o foco para Watkins Glen e seguir em frente".

Ganassi domina em Richmond e Scott Dixon vence a corrida.

domingo, 28 de junho de 2009

Olá amigos da velocidade, olá amigos da Fórmula Indy.

Desta vez, a corrida que rolou no sábado a noite, SEM a transmissão da BANDida (que passara o Festival de Parintins) foi, mais uma vez (sim, eu fiz um trocadilho proposital rs) uma corrida dominada pelos carros vermelhos da Ganassi.

Nos treino classificatórios, os 2 carros já dominaram, com Dario Franchitti largando em primeiro e Scott Dixon em segundo, seguidos dos 2 carros da Penske com Hélio Castroneves e Ryan Briscoe. Entre os demais brasileiros, Raphael Matos largou em uma ótima 6ª posição, Tony Kanaan foi apenas o 17º e Mário Moraes o 19º colocado.

A corrida em Richmond foi mais previsível do que poderia se esperar. Na largada, Franchitti e Dixon mantiveram as posições, seguidos de Hélio e Briscoe. Entre os destaques, Tony que veio em uma de suas largadas relâmpago e o bom desempenho dos outros carros da Andretti Green. Hideki Mutoh, Danica Patrick e Marco Andretti estavam entre os 10 primeiros.


Mas logo o trabalho da Ganassi começou a ficar mais fácil. Primeiro foi Briscoe que abandonou a prova ainda na volta 26 da corrida, ao perder a traseira e acabar com a traseira de seu Penske no muro. Com as Bandeiras Amarelas acontecendo várias vezes na corrida (Jacques Lazier e Mike Conway provocaram algumas das principais da prova), as equipes colocaram em prática as suas estratégias de box.

Os carros da Andretti Green se arriscaram em uma estratégia suicida, no começo da prova em YF causada por Jacques Lazier, eles não pararam no pit, a exceção foi Tony que apenas reabasteceu seu carro. Com isso, o baiano conseguiu subir para o top 10 da corrida e Mutoh e Danica tornaram-se líderes da corrida, com os carros da Ganassi logo atrás. Franchitti não quis saber de perder tempo e fez bela ultrapassagem em Danica por fora. Depois esperou pacientemente pelo pit de Mutoh, que assim como Danica, teve que parar em bandeira verde.

A corrida foi nessa balada até por volta do giro 250 quando Hélio, após ter feito pit, não conseguiu segurar seu carro saindo de frente na curva 3 e bateu no muro. Fim de corrida para a Penske e que acabou com as chances que os carros da Andretti Green tinham de vitória, pois os carros da Ganassi eram os únicos que ainda não tinham parado, todos os outros pararam em bandeira verde.

No final, Dixon passou Franchitti no último pit stop da corrida. Eram seguidos por Graham Rahal (Newmann Hass) mas este não tinha como atacá-los. A vitória ficou com Dixon com Franchitti terminando pertinho dele pra aparecer na foto. Rahal foi o terceiro e depois dele todos os carros da Andretti Green: Mutoh, Danica, Kanaan e Marco. E logo a seguir Raphael Matos em 8º lugar. Mario Moraes tinha um péssimo carro para a corrida e terminou na 16ª posição, 3 voltas atrás dos líderes. Aliás, apenas os 5 primeiros colocados acabaram na mesma volta do líder.

Franchitti assumiu a liderança do campeonato com 279 pontos, 1 ponto a mais que Dixon, o segundo colocado (278). Briscoe é o terceiro com 253, Hélio o quarto com 225, Kanaan é o 7º com 190, Matos o 11º com 144 e Moraes o 16º com 122 pontos.

Até mais!

Final:

1°. Scott Dixon (NZL/Ganassi), 250 voltas em 1h29min20s9758
2°. Dario Franchitti (ESC/Ganassi), a 0s4592
3°. Graham Rahal (EUA/Newman-Haas-Lanigan), a 1s6808
4°. Hideki Mutoh (JAP/Andretti Green), a 46s4615
5°. Danica Patrick (EUA/Andretti Green), a 47s6527
6°. Tony Kanaan (BRA/Andretti Green), a 1 volta
7°. Marco Andretti (EUA/Andretti Green), a 1 volta
8°. Raphael Matos (BRA/Luczo Dragon), a 1 volta
9°. Robert Doornbos (HOL/Newman-Haas-Lanigan), a 1 volta
10°. Dan Wheldon (EUA/Panther), a 1 volta
11°. Tomas Scheckter (AFS/Dreyer & Reinbold), a 1 volta
12°. Ed Carpenter (EUA/Vision), a 1 volta
13°. E.J. Viso (VEN/HVM), a 1 volta
14°. Justin Wilson (ING/Dale Coyne), a 2 voltas
15°. Ryan Hunter-Reay (EUA/Vision), a 2 voltas
16°. Mario Moraes (BRA/KV), a 3 voltas
17°. Helio Castro Neves (BRA/Penske), a 5 voltas

Próxima Parada: SunTrust Indy Challenge 225 - Richmond

quinta-feira, 25 de junho de 2009

Olá amigos da velocidade, olá amigos da Fórmula Indy.
Chegamos a 8ª etapa da temporada, a Suntrust Indy Challenge, no oval curtíssimo de Richmond Internation Raceway, localizado na cidade de Richmond, estado de Virgínia/EUA.

A pista possui 0,875 milhas (apenas 1,2 km), um trioval com inclinação de 14 graus nas curvas, 8 na reta dos boxes e 2 na reta oposta. Foi construído nos anos 40 e em seu ínício possuía apenas metade de 1 milha (800 metros).


A pista entrou para o calendário da IRL em 2001 e tem como vencedores Buddy Lazier (2001), Sam Hornish Jr (2002), Scott Dixon (2003), Dan Wheldon (2004), Hélio Castroneves (2005), Sam Hornish Jr (2006), Dario Franchitti (2007) e Tony Kanaan (2008). O recorde atual da pista é de Kosuke Matsuura (JAP) com o tempo de 15,7252 seg (média de 171.352 mph) em 2005.

E na vitória de Tony Kanaan em 2008 na pista, o grid de largada contou com a pole dele mesmo, tendo ao seu lado Marco Andretti. Na segunda fila, Graham Rahal e Scott Dixon e na terceira fila Buddy Lazier e Dan Wheldon.

Após as 300 voltas da corrida e 2 horas e 5 minutos de prova, Tony cruzou a linha de chegada em primeiro (foi a sua última vitória na Indy desde o ano passado). Em segundo chegou Hélio Castroneves, em terceiro Scott Dixon, em quarto Dan Wheldon, em quinto Oriol Servia e em sexto Danica Patrick. A melhor volta da prova foi de Tony mesmo em 16.9369 seg (159.415 mph).

Tony liderou 166 voltas, Marco Andretti 90 e o saudoso Jaime Câmara 44 voltas naquela que foi a sua melhor prova da temporada, levando o limitadíssimo carro da Conquest a liderança da corrida. Infelizmente, Câmara bateu sozinho na na parte final da corrida.


A corrida será no sábado, as 21:45hrs da noite e esperamos que a BANDida transmita, assim como foi na corrida do Texas. EDIT: ao que parece a dita cuja estará transmitindo o Festival de Parintins, então iremos nos virar com links de stream via Interne mesmo. Abaixo o programação do fim de semana em Richmond:

Sexta-feira – 26 de junho
14h30min às 15h30min – 1º Treino livre da IndyCar
18h30min às 20h00min – Treino qualificatório da IndyCar.
22h00min às 22h30min – 2º Treino livre da IndyCar.

Sábado – 27 de junho
21h45min – Largada para as 300 voltas de Richmond.

Até mais!

fontes:
www.superspeedway
www.blogdaindy.com

Nossos Pilotos Falam: Iowa Corn - Indy 250 - (Iowa Speedway)

quarta-feira, 24 de junho de 2009

Hélio Castroneves (7º lugar - Penske)
"Não tivemos um carro muito bom hoje. É difícil ter o carro exatamente como você deseja em uma pista onde você não tem a oportunidade de praticar muito. (Sobre a batida com Scott Dixon) Não acho que o problema tenha sido o aerofólio dianteiro, porque recuperamos o ritmo durante algum tempo. Mas não tivemos o suficiente no fim da prova."



Tony Kanaan (14ºlugar/DNF - Andretti Green)

(Sobre sua batida após sair do pit) "Acredito que foi um erro meu. Todo mundo tem reclamado muito destas ondulações, mas não posso culpar ninguém pelo que aconteceu. Eu acredito que foi uma combinação de pneus frios e eu acelerei um pouco além, pois estava tentando andar forte logo após o meu pit stop. É incrível, eu bati nesta mesma curva nos últimos três anos"
(Sobre a má fase em 2009). "Agora, está sendo um ano bem diferente para mim, com esses abandonos, mas tenho que olhar para a próxima [corrida] e tentar fazer o melhor. Não vou desanimar!"


Mário Moraes (17º lugar/DNF - KV Racing)

"A equipe trabalhou muito bem e tínhamos um grande carro na corrida. Mas, eu estava atrás de Raphael Matos e ele errou na minha frente. Tentei evitar ele e acabei indo para o muro. É muito decepcionante, porque eu acho que poderia ter ido muito bem na corrida de hoje".