Fala Blogueiro: A Tsunami que atacou o Automobilismo Mundial...

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Olá amigos da Velocidade, olá amigos da Fórmula Indy.

Bom, depois de muito tempo apenas falando sobre o Automobilismo Virtual, agora sim tenho meu tempo necessário pra voltar a falar dos assuntos do blog.

Além da novela da Honda, que a cada dia vai parecendo mais final de novela das 8 da Globo (vários desfechos mas o público nunca saberá até o dia final....), vejo as notícias das saídas de Suzuki e Subaru do WTC (por motivos diferentes, mas no fundo causadas mesmo pela enorme crise mundial), fora o fato da Audi ter saido da American Le Mans Series (onde estava indo muito bem, diga-se de passagem).

Todos nós, amantes do automobilismo e da velocidade, ficamos lamentando estas saídas mas não podemos esperar outras coisas das Altas Cúpulas das Montadoras. A crise está realmente forte, as ameaças de recessão seríssimas e elas tem mesmo que se resguardar. Infelizmente, o investimento nas categorias automobilísticas é um fardo enorme para todas elas.

Por exemplo, muitos criticam (inclusive eu) a Stock por ela usar "bolhas" que imitam as carrocerias de carros de passeio, sendo que na essência o carro é idêntico para todos. E na verdade é isso que barateia os custos não é. Sei que tudo isso é meio óbvio demais, mas agora é esta receita que parece ser a de sucesso dentro dessa enorme crise.

Apesar que na Fórmula Truck, não existe bolha nem nada, cada montadora desenvolve seu caminhão e as coisas por lá estão ótimas, e olha que os custos não devem ser nada baixos.... Então onde está o problema?

Na minha opinião, a queda nas vendas dos carros é motivo sim para essa debandada das montadoras. Mas antes disso, fica evidente os erros de planejamento de cada uma delas.

A saída da Subaru, não entra nessa conta pois ela está praticamente "sendo obrigada" a sair por uma nova regra que a FIA quer impôr no WTC, de que todos os carros serão de uma mesma categoria, bem diferente da atual. Para isso todas as montadoras terão que fazer um carro novo, imensos gastos e a Subaru acabou de lançar seu novo Impreza neste ano. Ou seja, ela não vai querer gastar milhões novamente no investimento de um carro.

A Suzuki está saindo de forma oficial do WTC com sua equipe própria, mas parece que vai continuar apoiando as equipes privadas que utilizarem seus carros. E isso ter montado sua equipe própria há apenas 1 ano. Esta sim teve um enorme prejuízo.

E a Audi, quer concetrar seus esforços (e principalmente, seus investimentos) na DTM, onde tem muito mais divulgação. Ao menos, a Peugeot continua na ALMS.

E aproveitando, a Honda confirmou que continuará fornecendo os motores para a Indy em 2009. Para 2010, as coisas já se complicam.

Repondendo a uma dúvida do Felipão, o contrato da Honda com a IRL é sim de patrocínio com a categoria incluindo o fornecimento dos motores.

Parece que esta Tsunami vai demorar bastante para passar. E suas consequências só aumentam.

Até mais.

Comments

4 Responses to “Fala Blogueiro: A Tsunami que atacou o Automobilismo Mundial...”
Post a Comment | Postar comentários (Atom)

Felipão disse...

Eu acho que o automobilismo é uma ótima ferramenta de promoção...

Eu mesmo sempre tive vontade de ter um Subaru, por ser um torcedor da marca no WRC...

Uma pena que isso esteja acontecendio

17 de dezembro de 2008 11:05
Ron Groo disse...

É... A coisa esta engrossando.
Porém o automobilismo não acaba. Sempre vei ter um doido pra promover corridas e se as montadoras forem se afastando das copetições sempre vai haver aqueles malucos que compram carros, preparam e vão pras pistas.
Pode até ser este o momento da reaproximação do automobilismo com o esporte propriamente dito.
Deus queira.

17 de dezembro de 2008 15:23

achei muito ruim essa saída da Subaru do WRC, em 2000 várias marcas participavam,agora só teremos Ford e Citroen.Muito chato isso.E eu li que há rumores da honda Sair da MotoGP em breve.E Se a Honda sair,aí sim eu vou acreditar que a crise tá braba de verdade.

17 de dezembro de 2008 20:32
Filipe Furtado disse...

O curioso é que a Truck deve ser a categoria brasileira menos afetada pela crise, enquanto a Stock e suas bolhas estão numa situação bem complicada com uma parte muito extensa do grid sendo decidida pelos patrocinadores que os pilotos individualmente conseguirem atrair.

17 de dezembro de 2008 21:13

Postar um comentário

Gostou do Blog da Fórmula Indy?
Deixe seu comentário e ajude a incentivar a Autosfera Brasileira!
I am Indy!