Briscoe vence o comemorativo GP de Surfers Paradise

segunda-feira, 27 de outubro de 2008

Olá amigos da velocidade, olá amigos da Fórmula Indy.

Por problemas técnicos e pessoais, não pude fazer a cobertura completa da etapa de Surfers. Mas isso não é problema, meu colega Marcos do GPSeries parece ter topado a parada rs... (É isso aí Marcos, mandou bem).

Em uma prova um tanto monótona, Ryan Briscoe (Penske) ganhou a primeira posição logo na parte inicial da prova, quando Will Power (KV Racing) cometeu um erro bisonho, ao raspar na proteção de pneus da primeira chicane na reta do Mar e acabar com sua suspensão dianteira esquerda no muro após ela. Briscoe assumiu a ponta e fez uma corrida sem erros e com um ritmo constante, não dando chances da Scott Dixon (Ganassi) de tentar ultrapassá-lo. O Neozelandês, campeão da atual temporada, terminou em 2º. O terceiro foi Ryan Hunter Reay (Rahal-Letterman) em mais uma ótima prova do "Caçador de Raios" em circuitos mistos.

Em mais uma prova em circuito de rua (e Surfers é bem mais estreito que pistas como Long Beach e Toronto), os acidentes foram inevitáveis. O primeiro a sair foi Mário Moraes (Dale Coyne), depois de na largada já ter se enroscado com Vítor Meira (agora na Foyt).

Depois mais um enrosco, dessa vez entre Graham Rahal (Newman Hass Lanningan) e Ed Carpenter (Vision). A parte engraçada da corrida foi nesse momento. A pista ficou bloqueada e quem vinha atrás deles era nada mais, na menos que Danica Patrick (Andretti Green). Ela foi avisada pelos fiscais para reduzir a velocidade, mas acabou deixando o carro morrer. A câmera onboard não deixa mentir, ela ficou aos berros querendo que empurrassem seu carro para ele voltar a funcionar (assim que eu conseguir um vídeo postarei aqui). Foi um péssimo dia para a Mulher Maravilha que, antes disso, já havia dado um "totó" em Hélio Castroneves (Penske), furado um dos pneus do carro dele e danificado a sua asa dianteira.

Aliás, ontem foi um dia para a Andretti Green esquecer. Tony Kanaan abandonou a prova na volta 34 com problemas na suspensão traseira. Marco Andretti e Danica tiveram desempenhos horríveis. O "menos pior" foi o rookie do ano, Hideki Mutoh, que terminou na 8ª posição, salvando a equipe.

No mais, merecem destaque o bom desempenho de Alex Tagliani, com o limitadíssimo carro da Conquest (4º lugar), Oriol Servia (da KV Racing) em 5º, Ernesto Viso em 6º (quem diria...). O sétimo foi Hélio Castroneves, em uma perfomance bem abaixo de seu companheiro de equipe. Dario Franchitti, em sua reestréia na Indy, agora pela Ganassi mostrou que não perdeu a prática e fez um bom começo de prova. Pena que ele rodou na chicane da reta do Mar e isso comprometeu completamente sua prova, terminando em 16º. Ao menos, ele fez a volta mais rápida da prova.

Os demais brasileiros, Vítor Meira foi o 14º (chegou a andar entre os 10 primeiros), Bruno Junqueira (Dale Coyne) o 15º e Jaime Câmara terminou em 19º.

E agora sim, o circo da Fórmula Indy se fecha e entra em férias. Os primeiros testes coletivos estão marcados para o início do ano que vem. E a primeira etapa será no dia 15 de abri, no GP de St. Pittsburg.


Até mais!


Até mais.

Comments

6 Responses to “Briscoe vence o comemorativo GP de Surfers Paradise”
Post a Comment | Postar comentários (Atom)

Fala Maeda! Valeu pela citação eu curto F-Indy mas não como vc,afinal essa é sua especialidade...Pra vc ver eu postei que a prova de St Petesburg dia 4 de Abril e eu peguei uma foto do Dan Wheldon de capacete preto na corrida,em vez de do capacete comemorativo que ele fez pra corrida e não sei o pq da mudança...Mas vou melhorar,ano que vem farei um cobertura melhor da Indy( se a Band deixar...)

abraços!

27 de outubro de 2008 20:28
Grid GP disse...

Fala Maeda! Aqui, quando precisar de qualquer tipo de ajuda com a Fórmula Indy, conte com o Grid GP, que faz questão de não perder nenhuma corrida, seja valendo ou não pelo campeonato.

E quanto ao Power, hein? Merece uma análise, não consegue vencer nunca em casa, mesmo já tendo feito 3 poles.

Acho que a corrida poderia ter sido melhor, mas aquele visual de Gold Coast já arrebenta, não é?

Abraços! Estou sempre acompanhando o blog, mesmo que rapidamente.

Fábio

27 de outubro de 2008 20:50
Grid GP disse...

Fala Maeda! Aqui, quando precisar de qualquer tipo de ajuda com a Fórmula Indy, conte com o Grid GP, que faz questão de não perder nenhuma corrida, seja valendo ou não pelo campeonato.

E quanto ao Power, hein? Merece uma análise, não consegue vencer nunca em casa, mesmo já tendo feito 3 poles.

Acho que a corrida poderia ter sido melhor, mas aquele visual de Gold Coast já arrebenta, não é?

Abraços! Estou sempre acompanhando o blog, mesmo que rapidamente.

Fábio

27 de outubro de 2008 20:51
Felipão disse...

Graaaaaaaaande Marcão

Deve ser o máximo mesmo receber uma citação dessas, principalmente quando vinda de um especialista...

E a mudança no visual ficou sensacional...

Valeu Paulo@!!!

27 de outubro de 2008 22:05
Fábio Andrade disse...

Poxa, havia notado esse detalhe da largura da pista. Ela é bem estreita.

Enfim, Briscoe se valeu da falha do Power. Faz parte do jogo, né!
Grande abraço irmão!

27 de outubro de 2008 23:42

E o Power pode ficar a pé na próxima temporada, o Team Australia, que o patrocina, exige uma prova em casa, vamos ver se a KV Racing acha alguma coisa, caso a etapa de Surfer's não se confirma, até porque o Power tá andando bem.

28 de outubro de 2008 10:34

Postar um comentário

Gostou do Blog da Fórmula Indy?
Deixe seu comentário e ajude a incentivar a Autosfera Brasileira!
I am Indy!