Giro de Notícias - Depois do GP de Chicago

quarta-feira, 10 de setembro de 2008

Olá amigos da velocidade, olá amigos da Fórmula Indy.

E o campeonato acabou. Cedo? Talvez sim. Mas temos que levar em consideração que, em um país onde os esportes preferidos (e altamente amados) são o basquete, o futebol americano e o baseball, fica difícil uma categoria de monopostos brigar pela audiência com eles. A temporada da Indy sempre termina antes das finais desses esportes e também para não bater com a fase final da Nascar.

Bom, voltando à Indy, vamos às declarações dos pilotos ao final da corrida de Chicago e sobre a temporada que se encerrou.

- Bruno Junqueira termina em último e sonha com melhor sorte em Surfers Paradise:
Após ser atingido por detritos de outro carro na volta 104 e ter a asa dianteira e a suspensão dianteira direita danificadas, Bruno perdeu 15 voltas durante o conserto e terminou em último lugar a prova de Chicago. "Ainda conseguimos retornar à pista, porém 15 voltas atrás, e daí para a frente, não estávamos mais na competição, virou mesmo uma prova de sobrevivência. Mas ao menos terminamos" disse o piloto mineiro. Ele espera um bom desempenho na última prova (extra-temporada) da temporada em Surfers Paradise (Austrália), onde ganhou em 2004. "Ainda tem a Austrália, onde darei tudo de mim para voltar vitorioso"

Uma pena para Bruno ter que terminar a temporada desta forma. Confesso que nunca fui fã do estilo de pilotagem do piloto. A série de 3 vices seguidos na Champcar ajudava na minha posição. Mas depois de ver o brasileiro em açao na pequena Dale Coyne e conseguir bons resultados nos circuitos mistos e alguns em ovais, agora vejo o quanto é bom o piloto. Tomara mesmo que consiga uma equipe melhor para o ano que vem.

-Tony Kanaan feliz com resultado da prova, descontente com o campeonato.
"Foi um bom resultado para a minha equipe. Nosso objetivo aqui em Chicago era terminar o campeonato na terceira colocação, e foi o que fizemos. A corrida foi extremamente disputada e um grande show para quem assistia nas arquibancadas ou na TV".
O 4º lugar em Chicago garantiu a Tony o 3º lugar na classificação final da temporada. O baiano disse estar contente em atingir a meta da corrida, superar o inglês Dan Wheldon, que estava na disputa com ele por tal posto. Mas Tony lamentou o ano ruim que teve na equipe Andretti Green.

Realmente, o ano da Andretti Green foi terrível para seus pilotos. Tony ainda conseguiu salvar um 3º lugar na classificação final do campeonato. Tomara que a AGR entre de novo "nos trilhos" na próxima temporada, ainda mais pelo voto de confiança que Tony deu ao renovar seu contrato com a equipe por mais 5 anos.

- Hélio Castroneves nas declarações sobre o "final fantástico" de Chicago.
"Para ser honesto, estou quase sem palavras. Eu descobri [que havia vencido] quando estava andando para receber o prêmio de segundo colocado no pódio. Agora, eu penso que realmente ganhei, mas, às vezes, quando ando em alta velocidade, é difícil de ver em um piscar de olhos. A Penske trabalhou muito nisso. Ryan me ajudou muito"
"Que grande chegada, que corrida intensa. Foi bem acirrada, mas estou extremamente feliz pela maneira que atuamos aqui. O próximo campeonato será tão agradável como esse, mal posso esperar por 2009"

Nem preciso fazer maiores comentários sobre as declarações de Hélio, não é mesmo? rs Agora é torcer para que o piloto tenha a mesma força e competência que mostrou neste ano na próxima temporada e, finalmente, ganhar seu primeiro título na Fórmula Indy.

- Vítor Meira, na despedida da equipe Panther.
"Tive bons momentos nestes três anos em que estive na Panther e aqui deixo muitos amigos. Agradeço o apoio que tive dos meus patrocinadores durante este período e em breve anunciarei meus planos para 2009".

Não foi uma despedida das mais agradáveis (Vítor bateu antes da metade da prova, porque o parafuso da roda traseira direita se soltou e teve que abandonar). Fica guardado a dedicação que o piloto brasiliense teve na equipe Panther, de tantos dias de glória (ganhou 2 títulos com Sam Hornish Jr.) mergulhada na crise há 3 anos atrás (teve que vender grande parte de seus equipamentos e despedir vários funcionários. Depois veio a sua reestruturação, a contratação de Vítor Meira, as primeira provas disputadas sem patrocinador. E as boas corridas da temporada 2007 e agora em 2008. Boa sorte, Vítor! Que você consiga correr por uma equipe forte no ano que vem.

- Dixon diz que foi "complacente" no meio da prova de Chicago e fala sobre a temporada.
"Tentamos ficar onde precisávamos e creio que fui um pouco complacente no meio da corrida. Alguns pilotos estavam bem rápidos, alguns que eu não esperava que estivessem. Mas foi um grande dia, eu ainda não posso acreditar"
"Foi maravilhoso, um ano inesquecível. Uma temporada em que você ganha a Indy 500 será boa, mas quando você também fatura o campeonato, é inacreditável".

Podemos dar um desconto para o grande campeão da temporada, não é? Scott Dixon tinha mesmo que correr com extrema cautela em Chicago para ser campeão e foi isto que fez. Ele não contava é com a forte estratégia da Penske, em deixá-lo no meio da intensa disputa de posições que envolvia do 6º colocado para trás. Mas no fim deu tudo certo para o piloto e o título veio de forma merecida. Agora é esperar pela próxima temporada, em que a nova dupla de pilotos da Ganassi (Dario Franchitti será seu companheiro) promete ser uma das mais fortes dos últimos tempos.

Alguns números da grande temporada de Dixon em 2008. Ele deixou de terminar apenas 1 prova em toda a temporada.
- 646 pontos
- 7 pole positions
- 6 vitórias
- 2 segundos lugares
- 4 terceiros
- 1 quarto
- 1 quinto
- 1 décimo primeiro
- 1 décimo segundo
- 1 vigésimo segundo

Até mais!

Comments

2 Responses to “Giro de Notícias - Depois do GP de Chicago”
Post a Comment | Postar comentários (Atom)

Dois piltos brasileiros que merecem melhor sorte são Bruno Junqueira e Vitor Meira.Tomara que eles consigam melhores equipes no que vem,e Que a Andretti-Green cresça,pra que o campeonato fique mais emocionante,com a Ganassi,Penske,e a própria AGR fortes,pro campeonato pegar fogo!

10 de setembro de 2008 20:36
Fábio Andrade disse...

Dixon é absolutamente merecedor do título, fez uma temporada irretocável.

Paulo, o Bruno Aleixo faz os comentários sobre a temporada 2008 e os prognósticos para 2009 na Indy. Não sei se vc viu, mas vale a visita.

Abraços!

10 de setembro de 2008 21:10

Postar um comentário

Gostou do Blog da Fórmula Indy?
Deixe seu comentário e ajude a incentivar a Autosfera Brasileira!
I am Indy!