Fala Piloto! Após Detroit...

terça-feira, 2 de setembro de 2008

Olá amigos da velocidade, olá amigos da Fórmula Indy.
Como não poderia deixar de ser, após a prova de domingo, os pilotos teriam muito o que comentar sobre a corrida.
Vamos às principais declarações:
- Hélio Castroneves
Hélio só poderia demonstrar o quanto ficou irritado com a direção da prova. Mas como bom gentleman, demonstrou bom humor e educação, mas mandou seu recado: "Coerência é a única coisa eu posso pedir neste momento", falou o vice-líder do campeonato. "Estou nesta categoria desde 2002 e nunca vi uma situação como esta. O que acontece é que o piloto recebe uma advertência da direção de prova e, se ele cometer novamente a infração, então é punido. Mas eu não fui advertido, apenas tive que abrir caminho ou receberia bandeira preta. Eu sei que ele (Barnhart) está tentando colocar disciplina, mas restando duas corridas para o final não creio que tenha tomado uma atitude correta"
Eu não tenho muito mais o que dizer sobre o "fato" (pra não dizer outra coisa) que prejudicou a prova do Hélio. Vejamos o desenrolar da história...
O neozelandês só poderia ficar decepcionado com a prova de Detroit. Novamente sua equipe, Ganassi, complicou sua prova e ele teve que ser arriscar novamente para não deixar a diferença para Hélio cair. "Acho que ficou claro que tínhamos o melhor carro aqui", disse Scott. "Ninguém poderia nos alcançar e, mesmo assim, terminamos em quinto. É decepcionante".
Mesmo assim, está em situação muito confortável para a prova final, em Chicago. Na pior das hipóteses, com Hélio ganhando a prova e marcando os pontos pela pole e pelo maior número de voltas na liderança, Dixon precisa apenas de um 8º lugar para faturar o título.
Um dos principais personagens do GP de Detroit, Wilson disse que estava aguardando com muita ansiedade pela primeira vitória na Indy. Soa um tanto exagerado, já que esta é a sua primeira temporada após o fim da Champcar (será que a vitória de seu companheiro, Graham Rahal, em St. Petersburg abalou suas estruturas?). "Eu estava desesperado para vencer neste ano de estréia na F-Indy”, disse o inglês. “Isto significa muito para mim. Certamente, esta foi a melhor corrida da minha carreira".
Bom, de acordo com regulamentos e papeladas da vida, Wilson conquistou sua primeira vitória na Indy. Não podemos contestar a decisão tomada pela direção de prova e muito menos desmerecer a grande prova que Wilson fez no domingo, andando sempre entre os 4 primeiros e pressionando com grande desenvoltura Hélio antes do "bloqueio" que recebeu.
Mais uma vez, Tony fez grande prova de recuperação, terminando em 3º lugar, após largar em 8º. "Depois de largar na oitava colocação, fiquei bem feliz por terminar a corrida no pódio, ainda mais, nesse circuito travado", destacou Tony. "Minha equipe trabalhou muito bem durante todo o final de semana, especialmente, na corrida, com ótimos pit stops que me fizeram ganhar algumas posições nas paradas. Tivemos que economizar combustível no final, além de enfrentarmos um problema na telemetria quando restavam 10 voltas. Então, ir ao pódio em duas semanas consecutivas é uma grande marca para nós. Realmente, estou contente".

O mais importante, é que Tony assumiu a terceira colocação no campeonato e com ótimas chances de terminar nessa posição (o que seria quase como um título, visto a péssima fase que a Andretti Green atravessou neste ano). Ele tem 19 pontos de vantagem para o 4º colocado, o inglês Dan Wheldon (que fez uma prova pra nunca mais se lembrar, com rodadas, batidas e tudo mais que tinha direito). "Estamos na briga pelo terceiro lugar no campeonato com o Dan, mas ainda não acabou. Está sendo uma decisão empolgante, não só pelo primeiro e segundo, como também pelo terceiro e quarto".
Esse é Tony Kanaan, guerreiro, batalhador e com certeza, sensato. Go Tony!
Até mais!

Comments

4 Responses to “Fala Piloto! Após Detroit...”
Post a Comment | Postar comentários (Atom)

luciana disse...

Essa prova tebe umm final nada agradável para quem estava torcendo pelo Hélio (como eu, por exemplo). Mas vai fazer o quê?... Claro que o Dixon merece ser campeão porque fez uma ótima temporada, mas não reclamaria nem um pouco se tudo desse certo para o Hélio em Chicagoland.

2 de setembro de 2008 15:09
marcos disse...

Boa tarde, pessoal do "Eu sou Indy",
Vcs estão acompanhando a Bia e o Raphael Mattos na Indy Lights?

2 de setembro de 2008 18:31
Paulo Maeda™ disse...

Olá Marcos, bem temos algumas informações sobre a dupla brasileira na Indy, em breve faço um post sobre eles, blz? Até mais.

3 de setembro de 2008 07:50
Marcos disse...

Obrigado, Paulo.
Bia e Mattos fazem uma campanha que pode levá-los à categoria principal. E que injustiça com o Helinho! Ainda bem que ele se controlou "I do not have anything smart to say right now"

3 de setembro de 2008 11:42

Postar um comentário

Gostou do Blog da Fórmula Indy?
Deixe seu comentário e ajude a incentivar a Autosfera Brasileira!
I am Indy!