Grid de Largada para o GP de Detroit

sábado, 30 de agosto de 2008

Olá amigos da velocidade, olá amigos da Fórmula Indy.

Hoje finalmente consegui acompanhar como é o treino classificatório para circuitos mistos na Indy. É difícil acompanhar por vários motivos: o horário não é dos melhores (hoje o treino começou bem na hora do almoço), o treino é demorado (leva quase 2 horas) e não passa na TV aberta (se eu tivesse TV a gato seria ótimo, mas consegui me virar vendo via internet, ufa!)

É interessante o formato dos treinos que a Indy adotou neste ano: os pilotos são divididos em 2 grupos. Cada grupo corre por 20 minutos e os 6 melhores de cada grupo passam para a próxima rodada. Estes 12 pilotos correm por mais 15 minutos e passam 6 para a "super classificação" da Indy (comparando com a F1). E estes 6 finalistas disputam a pole, em 10 minutos.

Para o final do treino de hoje (conhecido como Fast-6 por quem acompanha a Indy) foram Scott Dixon, Hélio Castroneves, Justin Wilson, Oriol Servia, Graham Rahal e Ryan Briscoe.

E no final deu Scott Dixon novamente e, desta vez, sobrando frente aos adversários. Nada mais que quase 5 décimos a frente do Hélio e quase 1 segundo na frente de Oriol Servia, terceiro colocado. Ao menos, Hélio não deverá ficar chateado, pois disputou "pau a pau" com Dixon todos os treinos livres. Deverá lamentar é que seu companheiro de equipe estará largado atrás, apenas na 6ª posição e desta vez parece não ter condições de contar com a ajuda de seu companheiro.

Nas demais posições, novamente a Andretti Green decepcionou com Tony Kanaan apenas em 8º e Danica Patrick em 10º. Ambos andaram entre os 5 primeiros em todos os treinos livres.

Após os treinos, os principais pilotos deram suas entrevistas. Vamos às principais:

Dixon elogiou o desempenho de sua equipe. "Nós nos orgulhamos em passar a maior parte do tempo em estratégia de time. Acho que ainda temos isso em nosso bolso, e nossa posição no pit [perto da saída] definitivamente nos ajuda durante a corrida". Esta foi a 6ª pole na temporada de Dixon.

Já Hélio disse que a diferença de quase meio segundo não reflete a realidade. "Temos um grande carro. Sabia que isso ficaria entre Scott e mim, mas infelizmente os tempos que se vêem lá não representam o que achamos que são", declarou Helio. "Mas tudo será bem próximo entre nós." E Hélio certamente estará confiante para a prova de amanhã, a qual não poderá deixar Dixon marcar 10 pontos a mais que ele, senão será o fim de suas chances matemáticas de título.

Tony estava extremamente decepcionado após o final do treino. Acreditava que seu carro poderia chegar no "Fast-6". "Detroit é uma pista bem particular em que, se você fizer uma mudança errada, você pode perder um segundo inteiro. O nosso carro esteve bem perto de conseguir ficar entre os seis, mas não rendeu o que esperávamos", comentou Kanaan. "Fizemos uma mudança errada e naturalmente ficamos fora da superclassificação. Isso foi definitivamente muito decepcionante". Realmente, todo meu otimismo com a AGR foi por água abaixo com esse resultado no treino oficial. Mas Tony tem grandes chances de fazer uma ótima prova, pois foi o vencedor no ano passado.

Os outros brasileiros foram mal: Vítor Meira em 13º (ele chegou a andar em 3º nos treinos livres e dizer que o carro estava bem acertado), Mário Moraes em 18º, Jaime Câmara em 22º e Bruno Junqueira em 24º (teve um problema na suspensão traseira, bateu na última volta lançada e por isso perdeu seus 2 melhores tempos), lembrando que Enrique Bernoldi (o melhor dos brasileiros após Hélio, Tony e Vítor) não está disputando a prova devido a uma fratura no polegar da mão esquerda (eu tinha dito que era no pulso esquerdo, desculpe o erro).

Agora é acompanhar a prova amanhã às 16:30 no Canal 21, Bandsports ou streamings na Internet e torcer para que Hélio consiga adiar o título de Dixon. E torcer por mais uma boa prova de Tony e Vítor.

Até mais.

fonte de imagem: www.grandepremio.com.br



Treinos livres de hoje em Detroit

Olá amigos da velocidade, olá amigos da Fórmula Indy.

Vamos aos tempos do último treino livre, realizado agora de manhã:


Scott Dixon se recuperou da recaída que ele e seu carro tiveram no segundo treino livre de ontem, e continua travando uma ferranha luta pela pole com Hélio Castroneves.
Ryan Hunter Reay continua mostrando serviço na pista de rua de Detroit e mais uma vez está entre os 3 primeiros. Parece que foi só eu falar que a Andretti Green tinha reencontrado o caminho, para eles me provarem o contrário. Péssimos tempos para Tony (10º) e Danica (11º).
Não chega a ser uma supresa ver os 2 carros da equipe KV entre os 5 primeiros com Will Power em 4º e Oriol Servia em 6º. Só não sei o que Ernesto Viso está fazendo ali em 5º.
Entre os demais brasileiros, Bruno Junqueira foi o 8º (ótimo resultado), Vítor Meira foi o 12º, Jaime Câmara foi o 22º e Mário Moraes foi o 26º.
Nesta prova, Enrique Bernoldi não está participando devido a uma lesão no pulso esquerdo e está sendo substituído pelo piloto canadense Alex Tagliani.

E como gran finale, deixo as fotos do trapalhão master da IRL, Marty Roth em sua perseguição ao sonho de andar na Indy....



Terminou em último, como sempre, e pelas fotos, nem preciso fazer maiores comentários.

O treino que vai definir o grid de largada para a prova de amanhã está rolando neste momento (12:30) e a prova será amanhã às 16:30 com transmissão do Canal 21, Bandsports ou pelo streaming no site oficial da Indy.

Até mais.

fonte das imagens: www.grandepremio.com.br


Pratice 1 e 2 - Detroit

sexta-feira, 29 de agosto de 2008

Vermelho = Líder do Campeonato
Verde = Brasileiros

Pratice 1

1 Scott Dixon (9) 1:13.9714
2 Helio Castroneves (3) 1:14.4954
3 Ryan Briscoe (6) 1:14.9002
4 Tony Kanaan (11) 1:15.6494
5 Ryan Hunter-Reay (17) 1:15.7004
6 Danica Patrick (7) 1:15.7323
7 Graham Rahal (06) 1:15.9390
8 Dan Wheldon (10) 1:15.9760
9 Darren Manning (14) 1:16.0432
10 Vitor Meira (4) 1:16.0602
11 E.J. Viso (33) 1:16.2482
12 Hideki Mutoh (27) 1:16.4874
13 A.J. Foyt IV (2) 1:16.7216
14 Will Power (8) 1:16.7979
15 Tomas Scheckter (12) 1:16.8601
16 Bruno Junqueira (18) 1:16.9212
17 Oriol Servia (5) 1:17.2074
18 Mario Moraes (19) 1:17.3831
19 Buddy Rice (15) 1:17.4258
20 Marco Andretti (26) 1:17.6144
21 Justin Wilson (02) 1:17.9563
22 Ed Carpenter (20) 1:18.3216
23 Jaime Camara (34) 1:19.4043
24 Enrique Bernoldi (36) 1:19.4495
25 Milka Duno (23) 1:23.5300
26 Marty Roth (25) 1:33.5782

Pratice 2

Practice 2

1 Helio Castroneves (3) 1:13.2059
2 Scott Dixon (9) 1:13.6996
3 Vitor Meira (4) 1:13.9816
4 Ryan Briscoe (6) 1:14.1373
5 Danica Patrick (7) 1:14.4452
6 Tony Kanaan (11) 1:14.6517
7 Ryan Hunter-Reay (17) 1:14.6552
8 Darren Manning (14) 1:14.7119
9 Oriol Servia (5) 1:14.7147
10 Bruno Junqueira (18) 1:14.7326
11 Will Power (8) 1:14.8398
12 Tomas Scheckter (12) 1:14.8960
13 Justin Wilson (02) 1:14.9100
14 Graham Rahal (06) 1:14.9609
15 E.J. Viso (33) 1:15.0732
16 Dan Wheldon (10) 1:15.2644
17 Hideki Mutoh (27) 1:15.5606
18 Marco Andretti (26) 1:15.5702
19 Ed Carpenter (20) 1:16.2213
20 Mario Moraes (19) 1:16.4200
21 Buddy Rice (15) 1:16.6437
22 A.J. Foyt IV (2) 1:16.7840
23 Jaime Camara (34) 1:17.2781
24 Enrique Bernoldi (36) 1:18.0948
25 Milka Duno (23) 1:20.6361
26 Marty Roth (25) 1:25.0063

Análise:
Dixon e Hélio já estão na briga definitivamente né. Então não é novidade que ambos estejam disputando a pole para a prova de domingo, com vantagem para o neozelandês por enquanto. Briscoe vem bem em terceiro (da metade da temporada para cá, e depois de muitos puxões de orelha dados pelo Sir Roger Penske, parece que o australiano tomou vergonha na cara e começou a andar no nível de uma Penske.
Bons resultados de Tony Kanaan e Danica Patrick, mostrando que a Andretti Green vêm recuperando o terreno perdido ao longo da temporada. Ryan Hunter Reay, da Rahal Letterman, vem provando sua grande evolução, ficando atrás apenas de Penske, Ganassi e Andretti Green (o que é um grande resultado para a equipe Rahal.
Vítor Meira conseguiu um ótimo tempo no pratice 2, ficando atrás apenas de Dixon e Hélio (tomara que ele consiga fazer mais uma ótima prova e continuar subindo na classificação geral.
No mais, tudo como deveria ser.

Até mais.

fonte: comunidade Fórmula Indy no Orkut

Próxima parada: Detroit 31/08 16:30

Olá amigos da velocidade, olá amigos da Fórmula Indy.

Estamos chegando a Detroit, berço da indústria automobilística norte-americana e sede da próxima etapa da Fórmula Indy.

Agora o desafio é andar num circuito de rua localizado na bonita "Belle Isle". O circuito não é tão travado como Monte Carlo, possui alguns pontos de ultrapassagem (na verdade, ele me faz lembrar de Vancouver, quando a Cart corria por lá). A pista possui 2.096 milhas e a prova terá 90 voltas. Ele entrou no calendário da Indy no ano passado, tendo como vencedor Tony Kanaan com mais de 2 horas e 11 minutos de prova. Em segundo chegou Danica Patrick (seu 1º grande resultado na Indy) e em terceiro Dan Wheldon.

Esta prova ficou marcada por um suposto incidente entre Scott Dixon e Dario Franchitti, que estavam disputa ferrenha pelo título. A algumas voltas do final, Dixon estava a frente de Franchiti, acho que 2 posições a frente pra ser mais exato, e rodou sozinho na pista. Seu carro deu um giro de 360º e na volta, bloqueou a passagem de Franchitti. Não se sabe se Dixon fez o bloqueio de propósito ou ele não teria como evitá-lo. Com isso, Franchitti terminou a prova em 6º e Dixon em 8º, mesmo após a rodada.

Hélio (que foi o pole) e Vítor Meira não foram bem no ano passado, terminando respectivamente em 14º e 16º. A volta mais rápida foi de Franchiti com 1min13seg5110 na volta 65 com uma média de 101,673 milhas.

Vídeos da prova, vc pode conferir aqui e a fotos você pode conferir aqui.

A prova será transmitida pelo Bandsports e pela Rede 21 (ufa!!!) no próximo domingo (31/07) a partir das 16:30 hrs.

Até mais

estatísticas: superspeedway.com.br

Vítor Meira se recupera na classifiação.

quinta-feira, 28 de agosto de 2008

Hoje parece ser um dia dos mais inspirados na imprensa americana....rss Navegando no site da Indycar, encontrei uma matéria falando do bom desempenho de Vítor Meira, da Panther, nas últimas 5 provas.
No final da etapa de Watkins Glen, onde foi jogado pra fora da pista pelo nosso "querido" Ernesto Viso, Vítor estava na 18º posição na classificação geral. Vieram as provas de Nashville, Mid-Ohio, Edmonton, Kentucky e Sonoma e nelas Vítor obteve um ótimo aproveitamento: um quarto lugar, dois sextos lugares e um sétimo lugar, o que o fez subir para a 11ª posição na classificação com 301 pontos.
Nessa boa recuperação da metade do campeonato até aqui. Vítor tem demonstrado ser um ótimo piloto. Ele entrou na Panther em 2006, quando a equipe estava a beira da falência. Com a entrada de novos sócios e de bons patrocinadores no ano passado, a equipe vem evoluindo razoavelmente bem a cada etapa, muito em decorrência do desenvolvimento do carro feito pelo piloto brasiliense.
Contam pontos também nessa recuperação, as boas estratégias de pit stop da equipe onde, se não é um exemplo de eficiência como são Penske e Ganassi, pelo menos tem se mostrado ousada, arriscando em estratégias de pits bem diferentes das outras equipes. De algumas corridas para cá, vêm dando certo.
Go Vítor!!!! Até mais!

Bela disputa pelo "Rookie do Ano".

Olá amigos da velocidade, olá amigos da Fórmula Indy.

Não sei se todos sabem mas, além do título de campeão da temporada na Indy, existe o título para o Rookie (estreante) do ano. A classificação dos rookies até a etapa de Sonoma, você pode ver clicando aqui.

Nesta temporada, a disputa está bem acirrada. Hideki Mutoh, piloto japonês da equipe Andretti Green está na ponta com 315 pontos, seguido de perto pelo australiano Will Power (KV Racing) com 277 pontos e a seguir pelo inglês Justin Wilson (Newmann Hass/Lanningan) com 271 pontos.

Mutoh entrou na Andretti Green na vaga de Dario Franchitti, que foi se aventurar na Nascar pela equipe Ganassi, e já se sabe que se deu mal, pois seu patrocinador retirou-se do campeonato e ele neste momento está a pé. Voltando a falar sobre o piloto japonês, ele vem fazendo uma boa temporada de estréia, com vários altos e baixos, mas vem sendo constante. Alterna boas corridas, terminando entre os 10 primeiros, com corridas pífias. Mesmo assim, ele terminou 7 vezes no TOP-10. Mutoh vem comendo pelas beiradas em sua estréia.

Power possui um marketing muito melhor que Mutoh. O piloto australiano corre exibindo as cores da Austrália em seu carro (o verde e amarelo que nós conhecemos bem), seguindo uma linhagem de pilotos que corriam pela antiga Team Australia (Alexandre Tagliani, Paul Tracy, entre outros) e, com isso, possui um polpudo patrocínio. É um piloto rápido e que ainda está se adaptando aos ovais, mas vem fazendo boas corridas nos mistos, chegando a alguns TOP5. Além disso, corre pela melhor equipe ex-ChampCar no atual campeonato (KV Racing, que possui o nosso querido Jimmy Vasser como sócio), um feito impressionante que desbancou a tradicional Newmann Hass.

Wilson corre pela tradicional Newmann Hass, que se integrou neste ano á IRL. A equipe ainda está em meio ao aprendizado, mas todos sabemos que ela possui boa estrutura e que com certeza terá melhores resultados no ano que vem. Entretanto, tenho a impressão que Wilson está pagando o preço de, além de ser estreante na IRL e correr por uma equipe "novata" na categoria, estar em uma equipe um tanto fragilizada técnica e financeiramente (o único patrocinador que vejo é o McDonalds e em seu carro, seu companheiro de equipe -Graham Rahal- corre em um carro todo branco, com alguns logotipos menores tb do "Mac"). Para quem já teve patrocínios da Budweiser, Texaco e Kmart, acho que é pouco para se igulalar a uma Ganassi ou uma Andretti Green, por exemplo. Mesmo assim, Wilson também vem apresentando bons resultados nos mistos.

Entre os brasileiros estreantes, Enrique Bernoldi é o 6º com 220 pontos, Mário Moraes o 7º com 217 e Jaime Câmara vem em 8º com 152 pontos. Lembrando que essas colocações e pontos são no ranking de Rookies.

Está chegando o GP de Detroit, até mais!

Vídeo: Hélio comemorando a vitória em Sonoma

quarta-feira, 27 de agosto de 2008

Gente, peço desculpas, por estar postando isso com atraso, era pra ter sido antes do post das notícias após a corrida, mas só agora consegui achar um link do vídeo do Hélio comemorando a vitória em Sonoma no último domingo.

Quando eu vi na TV, ao vivo, a cena me lembrou muito aquela vitória do Senna em Interlagos, quando todo mundo invadiu a pista e foram atrás do Ayrton na reta oposta. Ele sendo carregado pelo povo, sendo ovacionado... nossa (eu estava lá neste dia, só não pulei pra pista tb pq a altura de onde eu estava era muuuuuito grande).

Ver o Hélio no meio da galera que via a prova na arquibancada atrás dos boxes foi muito legal por me trazer essa boa lembrança (ainda mais que o macacão é vermelho como era o do Senna, o fato de ser brasileiro....)

Clique aqui para ver.

Hum... acho que exagerei na comparação né? rs Mas tá valendo. Se quiser, veja todo o vídeo e confira a decepção de Scott Dixon com o 12º lugar e imagens da prova de Detroit no ano passado.

É isso aê Hélio, mais um grande piloto brasileiro.

Até mais!

Giro de Notícias: Depois de Sonoma....

Olá amigos da velocidade, olá amigos da Fórmula Indy.

Vamos para algumas notícias após o importante resultado da prova de Sonoma:

- Chip Ganassi não está preocupado com a vitória de Hélio Castroneves.
O dono do time Ganassi diz que não está preocupado especificamente com o gás que Hélio ganhou após a vitória. Para ele, a equipe deve realizar o seu trabalho com competência e o título virá em decorrência da eficiência de todos.

"Não estamos preocupados com ninguém em particular, só cabe a nós fazermos o nosso trabalho para levar o título. Apesar dos problemas que tivemos em Sonoma, espero que possamos nos recuperar e conquistar o campeonato já em Detroit", disse Chip Ganassi.

A atual conta dos matemáticos indica que, se Hélio vencer as 2 próximas provas, Scott Dixon precisa chegar, no mínimo, em quarto nas mesmas provas. Algo muito provável de acontecer, levando em conta que o piloto possui 12 TOP-5 em 15 provas disputadas. A regularidade do neozelandês é impressionante.


- Equipe Luczo Dragon correrá em Detroit.
A equipe em que corre Tomas Scheckter anunciou que correria apenas na última etapa da temporada, em Chicago. Mas mudou de idéia. Correrá também em Detroit, o que será bem interessante. Em Sonoma, Scheckter teve um desempenho pra lá de apagado. Largou no fim do grid, não teve chances de melhorar seu posicionamento e acabou abandonando na metade da prova.
A Luczo Dragon está feliz por anunciar que voltaremos a correr em Detroit. A etapa de Belle Isle é uma das mais excitantes do calendário e acreditamos que é importante acumular experiência em circuitos de rua para podermos disputar a temporada completa em 2009”, declarou Jay Penske, co-proprietário da equipe.
Realmente é importante que a equipe ganhe experiência nos circuitos mistos que, na próxima temporada, serão quase 50% das etapas disputadas. Além disso, a equipe é nova (embora haja rumores de que ela seja, na verdade, uma segunda equipe da Penske, já que seu dono é nada mais, na menos que filho de Roger Penske....rs

- Curiosidade ... Você sabe qual é o nome completo do Ernesto Viso?
Pois é, estava na procura de notícias para comentar aqui no blog e eis que achei em um dos sites as estatísticas de cada piloto da atual temporada. E, para minhas surpresa, o nome completo do Viso é: Ernesto Lossada Viso.... tá mas então da onde que a transmissão americana da ESPN tirou o nome "EJ Viso"??? Vai entender né.

Até mais!

Comemoração no blog!!!

Olá amigos da velocidade, olá amigos da Fórmula Indy.

Hoje é dia de festa para mim e pro meu querido blog eusouindy.blogspot.com. Completamos 1 mês de vida virtual, sempre tentando trazer informações e análises de todas as provas, pilotos, equipes e tudo mais o que envolver a Indy. Viva!!!! rssss

E a todos que estão passando por aki, eu tenho que agradecer a preferência e também dizer: volte sempre!!!

Obrigado a todos. Até mais.

Fala Piloto! Após o GP de Sonoma

terça-feira, 26 de agosto de 2008

Olá amigos da velocidade, olá amigos da Fórmula Indy.
Vamos a coluna "Fala Piloto!" desta semana. Vamos aos comentários que os pilotos brasileiros deram após a prova de Sonoma no último domingo:
- Hélio Castroneves (1º): Elogiou o trabalho da equipe e agradeceu ao esforço dos mecânicos após o incidente do incêndio. "Os caras fizeram o serviço de dois dias em 12 horas. E, quando se vê uma equipe comprometida com isso, a vontade é de fazer o melhor possível por eles. Não há como agradecê-los suficientemente". Realmente, a equipe Penske está mais do que de parabéns, pelo enorme trabalho que tiveram e ainda garantiram dobradinhas no treino e na prova.
- Tony Kanaan (3º): O piloto, em entrevista, disse estar um pouco "chateado" com a estratégia que teve que seguir na prova para conseguir o 3º lugar."Estou contente de levar a equipe entre os três primeiros novamente. Tenho de agradecer ao meu time. Mas fui obrigado a correr desde a primeira volta economizando combustível, e isso foi bem chato. De qualquer forma, colecionamos mais um pódio. Sem dúvida, o Helio estava muito forte nesse final de semana e fez um grande trabalho" Pois é, economizar combustível e fazer 1 parada a menos era a única saída para Tony. Felizmente, essa estratégia deu certo.
- Vítor Meira (7º): Após largar em 18º lugar e contar com a sorte (ou azar?) da escolha de estratégia de pits dos outros pilotos, Vítor comemorou a 7ª posição e elogiou a equipe. "A estratégia foi perfeita. A equipe arriscou e realmente valeu a pena". Grande resultado para Vítor, que está perto de continuar na equipe Panther na próxima temporada (embora ele merecesse uma equipe melhor né?).
- Mário Moraes (10º) - Ele teve mais sorte que seu companheiro de equipe, Bruno Junqueira, e
terminou praticamente na mesma posição em quer largou. Moraes é da escola de pilotagem européia, não teve dificuldades em andar no misto de Sonoma. "Foi um dia muito bom para nós. Terminamos outra vez entre os dez primeiros e fomos muito competitivos durante a corrida". Começo a gostar do desempenho de Moraes, ele tem muito menos experiência no automobilismo americando que Jaime Câmara, outro brasileiro que faz sua estréia nos monopostos da Indy nesse ano (todos os outros já correram ou na IRL ou na Champcar).
- Bruno Junqueira (17º): O piloto saiu descontente com a estratégia que sua equipe escolheu para a corrida. Por causa de uma parada de pits a mais do que o previsto, o piloto, que em grande parte da prova andou entre os 10 primeiros, acabou terminando na 17ª posição. "Durante a primeira bandeira amarela, eu deixei bem claro que a minha opção era de não parar. Mesmo assim, eles acreditaram que deveríamos. E essa parada prematura pôs um fim nas minhas chances de fazer qualquer coisa positiva". Parece mesmo que a Dale Coyne não está nada bem. em outras corridas, ocorreu a mesma coisa: Bruno andando bem e por uma estratégia errada de pits teve que parar nas últimas voltas. Pelo menos, segundo informações do Willy Hermann, o piloto interessa a outras equipes (o que seria ótimo para Bruno, que já deseja sair da Dale Coyne).
- Enrique Bernoldi (21º): Bernoldi correu a prova com fortes dores no pulso esquerdo. Isso já seria um grande problema para correr em Sonoma, circuitos de várias curvas e apenas 1 única reta. e pior ainda largando na última posição... "Sair em último em uma pista como a de Sonoma, onde é muito difícil realizar ultrapassagens, torna a tarefa de fazer um bom resultado praticamente impossível. E foi o que aconteceu". O piloto não poderia conseguir coisa melhor na prova com todos esses problemas né? Agora é esperar por Detroit.
- Jaime Câmara (24º): Câmara largou em penúltimo e tentou fazer uma estratégia diferente, fazendo um pit stop logo no início da corrida. O que ele não esperava é que vários pilotos tentasse a mesma estratégia. "Foi uma corrida dura. A pista de Sonoma não permite muitas ultrapassagens e, largando na parte de trás do grid, tentamos uma estratégia diferente. No entanto, todos tentaram a mesma coisa". Jaime Câmara está em meio ao seu aprendizado na Indy, deve ter paciência. Na minha opinião, ele até está realizando um bom trabalho na fraquíssima Conquest. Esperamos por Detroit também.
E é isso pessoal, até mais!

Hélio fatura o GP de Sonoma e quebra o jejum.

domingo, 24 de agosto de 2008


Olá amigos da velocidade, olá amigos da Fórmula Indy.

Demorou, mas finalmente chegou a vitória de Hélio Castroneves nesta temporada. E não poderia ser em um fim de semana mais emblemático. Após o incêndio que destruiu os carros e grande parte dos equipamentos da equipe Penske, Hélio pilotou como se nada tivesse acontecido. Impressionante, se lembramos que a equipe teve menos de 2 dias para configurar os carros reservas para a pista de Sonoma sendo que eles possuíam configuração de circuito oval.

Voltando a prova, desta vez aconteceu tudo o que a Penske planejou e queria que acontecesse. Poucas bandeiras amarelas, Hélio com um carro extremamente rápido, Briscoe atuando como um grande escudeiro (segurou Dixon por várias voltas, honestamente sem golpes sujos). A estratégia que a Penske adotou foi fundamental para a vitória, mesmo que após a primeira parada nos boxes, Hélio tenha ficado no meio do pelotão, lá pela 14ª posição, o que ele mesmo achou estranho e ficar um pouco nervoso com isso. A sorte sorriu para outro piloto em Sonoma.

Para Dixon, nada deu certo. Apesar de no início acompanhar de perto os carros da Penske e após a primeira parada nos boxes voltar em 3º, hoje não era o dia de Dixon. A Ganassi não conseguiu um acerto tão bom para seu carro e, após a segunda parada, Dixon caiu para o meio do pelotão, de onde não mais conseguiu sair e terminou apenas na 12ª posição, o que reduziu a diferença para Hélio Castroneves para 43 pontos. Como estão em jogo mais de 100 pontos nas 2 últimas provas, Hélio ainda mantém as esperanças.

Tony Kanaan terminou em 3º, em mais uma prova onde ele demonstrou toda sua experiência e habilidade em guiar um carro que escapava de frente a todo momento. Estratégia correta, sem arriscar muito, uma verdadeira corrida de mineiro, sempre comendo quieto e chegando a liderar nas paradas de Hélio, resumindo: um ótimo resultado para Tony.

Destaque também para Dan Wheldon, Danica Patrick e Vítor Meira. Eles largaram, respectivamente em 16º, 9º e 18º, adotaram uma tática diferente, parando na primeira e única bandeira amarela, no início da prova, quando Marty Roth (sempre ele....) rodou sozinho. Com isso, eles terminaram em boas colocações: Wheldon em 4º, Danica em 5º e Vítor em 8º.

Embora o circuito seja de difícil ultrapassagem, a prova foi agradável (ao contrário do GP de Valência da F1, também disputado hoje, monótono que só). Até quando as provas são chatas, a Indy possui suas emoções.

E nada melhor do que ver Hélio comemorar uma vitória (após longo jejum de 29 corridas - a última vitória foi em St. Petersburg em abril do ano passado), com sua marca registrada, a escalada nos alambrados no maior estilo "Homem-Aranha". Mas como em Sonoma não existem alambrados iguais aos circuitos ovais, Hélio improvisou: escalou a pequena grade atrás dos boxes e foi comemorar junto com a galera da arquibancada. Esse é o Hélio.... rss

A próxima prova, o GP de Detroid será já no próximo domingo (31/08) e, por enquanto, terá transmissão apenas no Bandsports (maldita TV BANDida). Assim que eu tiver notícias sobre a abertura da transmissão nos canais livres eu informarei a todos.

Até mais.

Resultado final da prova:

Classificação do campeonato após 15 etapas:



GRID de largada para o GP de Sonoma

sábado, 23 de agosto de 2008

Notícias de Sonoma

quinta-feira, 21 de agosto de 2008

Olá amigos da velocidade, olá amigos da Fórmula Indy.
Vamos às notícias fresquinhas vindas de Sonoma:

- Incêndio em caminhão destrói carros da Penske: Acreditem, isso realmente aconteceu. Um mancal de roda provocou o incêndio no trailer em que estavam os carros de Hélio Castroneves e Ryan Briscoe. O caminhão estava em uma estrada onde não havia sinal de celular e o socorro só foi prestado porque outros motoristas informaram via rádio o fato para as autoridades. Ninguém se feriu, embora os 2 motoristas do caminhão tentaram apagar as chamas. A Penske enviou de sua fábrica na Carolina do Norte 2 novos carros, sendo que eles estavam configurados para circuitos ovais. Pelo jeito, a Penske terá trabalho dobrado neste fim de semana.

- Hélio acreditando no título: o piloto (e todos nós que torcemos por ele) sabe que precisa pontuar na pista de Sonoma para continuar na briga do título (são 78 pontos de desvantagem para Dixon, com 3 provas até o final da temporada). Para ele, o traçado da pista de Sonoma é muito técnico, o que dificulta o acerto do carro, mas está confiante para a corrida: "A corrida em Sonoma é uma das mais técnicas de todas que fazem parte do calendário. As características da pista tornam a pilotagem muito difícil, fomos rápidos nos dois últimos anos e espero conseguir um bom resultado". É isso aí Helinho, todos nós estamos torcendo por você.

- Tony quer acabar o ano com vitórias: nosso baiano guerreiro ganhou nessa pista em 2005, ano de estréia de Sonoma no calendário da Indy. “Com certeza, farei o máximo para conquistarmos mais uma vitória. Aliás, ficarei bem contente se conseguir vencer mais vezes até o final do campeonato”. Para isso, ele conta com o bom retrospecto da Andretti-Green nesta pista: “Sempre gostei muito de correr em Sonoma, pois o circuito é bem seletivo com curvas de alta e algumas subidas fortes. A minha equipe também tem um bom retrospecto nessa pista e freqüentemente anda bem, então estou animado para o nosso final de semana”. Vai lá Tony!!!

- Vamos fazer as contas para o título... : Muito interessante o artigo do Victor Martins. Comparando o atual momento da Indy com as partidas de vôlei (aliás, Go Vôlei Brasileiro!!!), Dixon chega a Sonoma no primeiro de seus "match points". Ele chega a Sonoma com 78 pontos de vantagem. A pontuação mínima que um piloto pode conseguir em um fim de semana de corrida é de 10 pontos e o máximo de 53 pontos. Ou seja, no máximo, Hélio pode tirar 43 pontos da vantagem de Dixon.
Com esses números, o piloto neozelandês tem quer marcar 8 pontos a mais que Hélio para já ser campenão neste fim de semana. Para isso, aqui estão algumas combinações de resultados que dão o título já nesta prova para Dixon:
* Dixon em primeiro e Hélio em terceiro
* Dixon em segundo e Hélio em quarto.
* Dixon em terceiro e Hélio em sexto.
Pois é, o título de Dixon é merecido e está muito, mas muito difícil, de Hélio conseguir impedir a comemoração do piloto da Nova Zelândia.

- Novo traçado na pista de Sonoma. Para a prova desta temporada, os administradores do circuito preparam uma ótima novidade para os pilotos da Indy. Foram realizadas mudanças nas curvas 7 e 8., após o "carrossel". Na primeira, que antes era bem fechada, fizeram um aumento na tomada da curva, para que os carros atinjam ali a maior velocidade do circuito (repleto de curvas e apenas esta reta) o que agora a fez um ótimo ponto de ultrapassagem, antes de entrarem na sequência de esses. E na sequência de curvas na 8, todas foram suavizadas, visando o aumento da velocidade. As Vítor Meira e Ryan Hunter Reay opiniaram e representaram a aprovação de todos os pilotos com as mudanças.

É isso aí, até mais.

Próxima Prova: 24/08 - Motorola Indy 300 Infineon/Sonoma

quarta-feira, 20 de agosto de 2008


Olá amigos de velocidade, olá amigos da Fórmula Indy.

Está chegando a próxima etapa da categoria mais competitiva da atualidade. No próximo domingo, dia 24 de agosto, teremos a 15ª etapa, no circuito misto de Sonoma.

Se a maioria de nós achava que Mid-Ohio é uma pista difícil, por causa de suas subidas e descidas, muitos não viram a pista de Sonoma. Os pilotos a chamam carinhosamente de "montanha russa". Você pode conferir a aventura que é andar nesse circuito vendo este vídeo da corrida no ano passado.
A pista possui 2,3 milhas e a prova terá 80 voltas. No ano passado, Scott Dixon largou na pole e venceu a prova quase que de ponta a ponta, com Hélio Castroneves em segundo e Dario Franchitti em terceiro (este, que tinha largado na pole no ano passado). A volta mais rápida da prova foi de Tony Kanaan, na volta 66 em 1.17.552 e ele terminou em 4º na prova. Vítor Meira foi o 9º e nossa querida Danica Patrick a 6º.
A prova pode ser decisiva para a definição do título para Scott Dixon. Se Hélio Castroneves, que está 78 pontos atrás de Dixon, não pontuar, o piloto neozelandês pode confirmar o caneco na próxima prova, o GP de Detroit.

Veja aqui, a relação de pilotos que participarão da prova e aqui o retrospecto de cada um deles no circuito de Sonoma.
Abaixo a programação para o fim de semana em Sonoma:

Sexta-feira (22/08):
15h00 às 16h30 - 1º treino livre
18h45 às 19h45 - 2º treino livre

Sábado (23/08):
13h30 às 14h30 - 3º treino livre
17h15 às 18h45 - Treino classificatório

Domingo (24/08):
13h45 às 14h15 - Warm-up
18h30 - GP de Sonoma (80 voltas)

A largada será às 18:30 com transmissão da Band (até que fim!), Bandsports e Rede 21.
Boa sorte desde já para Hélio, Tony, Vítor e Danica e que vença o melhor!!!!
Até mais.

geração de imagens: Site oficial do Circuito de Infineon
informações: Band e Superspeedway


Giro de Notícias

terça-feira, 19 de agosto de 2008

Olá amigos da velocidade, olá amigos da Fórmula Indy.
Finalmente, chegam notícias fresquinhas no nosso mundo da velocidade. Vamos lá:

- Bia Figueiredo é o
destaque nos EUA, para internautas brasileiros: Em enquete feita no site grandepremio.com.br, a piloto da Indy Lights Bia Figueiredo levou a primeira posição de piloto brasileiro de maior destaque no EUA, com 59%. Em segundo ficou Hélio Castroneves com 13% e em terceiro Vitor Meira com 8%. Tony Kanaan ficou em quarto com 6%. É isso aê, grande Bia !!!!

- Texaco
deixará de patrocinar equipes de automobilismo: Essa notícia não afeta diretamente a Indy, mas mesmo assim merece destaque. A matriz da Texaco nos EUA, a companhia Chevron, decidiu que na próxima temporada a marca deixará de patrocinar equipes em várias categorias no automobilismo, o que vêm fazendo desde 1913. Um dos principais afetados pela decisão é Juan Pablo Montoya, piloto da equipe de Chip Ganassi na Nascar que estampava o patrocínio em seu carro. Caso não encontre um novo patrocinador, Montoya ficará de fora da Nascar. O mesmo pode acontecer com os carros patrocinados pela marca na Stock Car, pilotados por Thiago Camilo e Giuliano Lossaco, mesmo que a filial brasileira da Texaco tenha sido adquirida pela Ipiranga.

Até mais.


Esperando por Sonoma....

segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Olá amigos da velocidade, olá amigos da Fórmula Indy.
Enquanto estamos na espera pelo GP do Sonoma, vamos a algumas notícias da Indy:

- Tony Kanaan lança linha de óculos
Em evento da Expo Abióptica, maior do gênero na América Latina, a HB (Hot Buttered) lançou uma linha de óculos assinada pelo piloto baiano. A marca o patrocina desde o início da carrerida de Tony nos EUA, quando ingressou na Indy Lights.
Foram lançados 2 óculos (Indy e TK) e em ambos Tony participou de seu desenvolvimento.

- Piloto da GP2 é o mais rápido em teste da Indy
O piloto inglês Mike Conway, que corre atualmente na GP2 pela equipe Trident, foi o mais rápido em testes que estão sendo realizados no circuito de Sonoma, palco da próxima etapa da Indy.
Conway, correndo com um carro da Panther (o mesmo de Vítor Meira), foi o mais rápido na primeira sessão dos treinos, ficando 6 décimos a frente de Raphael Mattos, piloto de testes da Andretti Green (e também piloto da Andretti Green na Indy Lights).
O que torna este fato mais surpreendente é que no treino da tarde, o mais rápido foi Ryan Briscoe, mas ele ficou 2 décimos atrás do tempo de Conway.




Fala Piloto! O que é "ser Indy"?

sexta-feira, 15 de agosto de 2008

Olá amigos da velocidade, olá amigos da Fórmula Indy.
Já que estamos num pequeno intervalo entre as provas de Kentucky e Sonoma, o que está deixando o mundo da Indy um tanto "parado", vamos continuar com a nossa série "Fala Piloto!".

E como o título do nosso blog é Eu sou Indy nada mais interessante que saber dos pilotos, como eles definem este termo tão importante....rs
O assunto de hoje é este: "Para você, o que é ser Indy?" A Band publicou uma matéria no ano passado com as opiniões de alguns pilotos:

SCOTT DIXON
"Indy é uma caótica competição. É realmente uma dura disputa com carros rápidos."

HÉLIO CASTRONEVES
"Indy é o que eu faço. Eu amo disputa e para mim, Indy é disputa."

TONY KANAAN
"Indy é velocidade. Quando eu penso na Indy, me sinto rápido."

DANICA PATRICK
"Indy é colocar os sentimentos para fora de maneira verdadeira."

DAN WHELDON
"Indy engloba a essência de uma corrida. Alta velocidade, ação e adrenalina."

VITOR MEIRA
"Indy é uma disputa fechada que dá a todos os oportunidade de vencer."

ED CARPENTER
"Indy sempre será as 500 Milhas de Indianápolis".

MILKA DUNO
"Entrar em uma nova série é sempre uma mudança. Indy é a mudança que eu estava procurando".

SARAH FISHER
"Indy é chegar ao limite em todos os sentidos."

A.J. FOYT IV
"Para mim Indy é família e a oportunidade de ser parte disso."

SAM HORNISH JR.
"A Indy durante toda a minha vida fez parte dos meus sonhos. Hoje é um sonho realizado."

DARREN MANNING
"Indy é um bom divertimento e entretenimento. Eu gosto de saber que eu estou dentro disso.

KOSUKE MATSUURA
"Indy é velocidade, rapidez."

BUDDY RICE
"Indy é história e determinação."

TOMAS SCHECKTER
"Indy é velocidade e precisão. Esta é a essência deste esporte, desta categoria e das nossas corridas.

"SCOTT SHARP"
Indy é o auge de uma disputa. É atmosfera, competição e adrenalina a 230 por hora."

JEFF SIMMONS
"Indy é a paixão que temos dentro de nós pelo esporte."

Para mim, ser Indy é a junção das opiniões de Dan Wheldon, Tony Kanaan, Tomas Scheckter e Sarah Fisher.

PAULO MAEDA
"Indy é velocidade, precisão e adrenalina, sempre chegando no limite."
E para você, o que é "ser Indy"?
Até mais.

Fala Piloto! Descanso Olímpico na Indy

terça-feira, 12 de agosto de 2008

Olá amigos da velocidade, olá amigos da Fórmula Indy.

Idéia de última hora!!! A partir de hoje, crio a coluna "Fala Piloto!", sempre com a opinião dos pilotos a respeito de algum assunto.

Em tempos de Olimpíadas, todos nós (pilotos também) estaremos acompanhando tudo o que estará acontecendo nos Jogos Olímpicos de Pequim.

No site da
Indycar, foi publicada ontem uma reportagem sobre o que os pilotos farão durante a pausa da Indy, que só volta a se agitar no dia 24 de agosto no GP de Sonoma. E também, cada um deles falou sobre seu esporte preferido.

Veja qual esporte preferido de alguns pilotos e seus planos para esse "descanso olímpico":

Ed Carpenter: Natação
Teste em Sonoma (14/08), irá passar uns dias em Montana e praticar caiaque.

E.J. Viso: Corridas
Irá praticar corridas e ciclismo nas horas vagas.

Vitor Meira: Triatlo
Relaxar e fazer nada.

Darren Manning: Salto com vara.
Irá correr na Le Mans Series na Alemanha.

Tony Kanaan: Triatlo e Ciclismo
Ficará em casa vendo TV por causa do cansaço das viagens.

Sarah Fisher: Natação
Será titia nesse período....rs

Scott Dixon: Corrida e Natação
Teste em Sonoma e depois irá relaxar em casa.

Helio Castroneves: Corrida
Ficar em casa e brincar com meu cachorro enquanto vejo as Olimpíadas.

Ryan Hunter-Reay: Corrida
Viagem para Flórida para ficar com a mamãe.

Will Power: Natação.Teste em Sonoma.
Não tem nada planejado para o período.

Justin Wilson: Corrida
Não me lembrava mais o que é ter uma semana livre.

Oriol Servia: Corrida
Teste em Sonoma e arranjar algum tempo para ir à praia em Miami.

Milka Duno: Remo
Muito trabalho na “MANA Milka Way"

Até mais.

Hélio Castroneves: esse piloto é uma figura! (no bom sentido)

segunda-feira, 11 de agosto de 2008


Olá amigos da velocidade, olá amigos da Fórmula Indy.

Essa eu não podia deixar passar batido. Todos viram e, (assim como eu), ficaram desapontados, tristes e chateados com o que aconteceu com o Hélio na volta final do GP de Kentucky.
Pois bem, pensam que o Hélio ficou irritado? Distribuiu socos no volante? Saiu criticando tudo e todos? A resposta é: Não.

Hélio possui experiência e, principalmente, maturidade suficientes para pensar bem sobre o que aconteceu e refletir bem antes de falar ou fazer alguma coisa.

Na entrevista logo após o final da prova, ele parecia "achar graça" de tudo o que aconteceu. Em entrevista oficial, ele brincou com Dixon, que lhe disse: "A cada vitória minha, Hélio chegará em segundo". Hélio, muito bem humorado, devolveu: "Bem, a cada vez que eu terminar em segundo, você terminará em primeiro lugar. Temos de mudar isso, você tem que chegar mais atrás para eu vencer algumas provas".

Além disso, agradeceu a seu engenheiro, pela ousada estratégia. "Falei com meu engenheiro: ou era arriscar tudo como fizemos e tentar vencer ou terminar em 10º lugar e dar adeus ao campeonato. Veio o segundo lugar, valeu a pena."

Esse é Hélio Castroneves. Um piloto com uma maturidade imensa, e um carisma não muito menor (bom lembrarmos que ele venceu o "Dancing with the Stars" na Tv americana (programa que originiou o "Dança dos Famosos" no Faustão") e conquistou o público com sua simpatia e bom humor.

Ele, ao lado Tony Kanaan e Danica Patrick, são os maiores símbolos da Fórmula Indy. Conquistam milhares de fãs e mantém a categoria agitada como nunca. A famosa comemoração "Homem Aranha" de Hélio não é a toa. Os americanos adoram quando ele comemora as vitórias dessa forma (o que não acontece de St. Petersburgo no ano passado).

Bom, agora a próxima prova, o GP de Sonoma, é só daqui a 2 semanas, no dia 24 de agosto. Até lá vamos dar atenção à dança dos cockpits e demais notícias que surgirão nos próximos dias.

Até mais!
geração de imagens: grandepremio.com.br

Dixon vence o GP de Kentucky, e fatura a 6ª vitória na temporada

domingo, 10 de agosto de 2008


Olá amigos da velocidade, olá amigos da Fórmula Indy.

E deu Dixon de novo. Dessa vez a vitória não veio fácil como das outras vezes. E isso Dixon sentiu na pele. Após dominar grande parte da prova (inclusive, levou os 3 pontos pelo maior número de voltas na liderança), Dixon não esperava que Hélio partisse para uma estratégia super-arriscada.

Na parte final da prova, todos os pilotos teriam que fazer um splash and go, pois não teriam combustível suficiente para ir até o fim da prova. Hélio, numa atitude surpreendente, entrou bem antes dos demais pilotos e fez seu splash and go, caindo para a 12ª posição.

Quando todos os outros pilotos entraram para fazer seus pits, Hélio foi para liderança a pouco mais de 5 voltas para o final. Dixon voltou em 2º com Marco Andretti (em uma ótima prova após a primeira parada nos pits, ele pressionou muito Scott Dixon durante toda a prova) em 3º.

Mas a estratégia foi arriscada demais, e Hélio corria o risco de uma pane seca no fim da prova. E foi o que quase aconteceu. Hélio teve que tirar o pé e Dixon o ultrapassou na última curva, a poucos metros da linha de chegada.

Castroneves ainda chegou em segundo lugar (seu 7º nesta temporada) e por pouco não foi ultrapassado por Andretti. Essa arriscada estratégia pode parece algo meio "desesperado" mas serviu para Dixon ver que Hélio ainda não desistiu do campeonato.

Em 4º lugar chegou Vítor Meira. Em uma ótima prova, sempre entre os primeiros, Vítor teve que lutar muito, mas não contra seus adversários, mas sim contra a própria equipe Panther. Explico melhor isso. Durante a corrida, Vítor sempre esteve entre os 5 primeiros, tinha carro suficiente até para pressionar Dixon, como fez em grande parte da prova, mas na hora dos pits.... A Panther tem muito o que melhorar, a cada pit que Vítor fazia, perdia 1 ou 2 posições para recuperar na pista. Mas no geral, foi um ótimo resultado para Vítor Meira.

Em 5º chegou Dan Wheldon, em uma corrida burocrática. Parece que Wheldon está preocupado com a possibilidade (cada vez maior) de ser dispensado por Chip Ganassi, que procura um piloto que ande melhor nos mistos (que serão quase 50% da temporada no ano que vem). Tentou Tony Kanaan e não conseguiu, vejamos o desenrolar dessa história.

Falando em Tony, ele terminou em 8º, em mais um dia infeliz para a Andretti Green. Só o carro de Marco Andretti teve um bom desempenho. Ao menos, Tony brigou por um bom tempo com Wheldon pelo 4º lugar. Tony parece ter levado seu carro a um lugar acima do limite que apresentava ontem. Dá-lhe Tony!!!

Os demais brasileiros, como era de se esperar, não foram bem. Falta experiência em ovais para suas equipes. Bruno Junqueira foi o 14º, Jaime Câmara o 16º e Mário Moraes o 17º. Enrique Bernoldi abandonou na volta 130.

Não podemos nos esquecer de Danica Patrick. Após largar em último, participar de várias disputas por posições, quase se enroscar com Sarah Fisher (que voltou após várias provas ausente), terminou num convincente 11º lugar. Valeu Danica!!!

Agora a classificação no campeonato tem Dixon com 558 pontos, 78 pontos a frente de Hélio (480 pontos). Em 3º está Wheldon com 420 e Tony vem em 4º com 411. Danica é a 6ª com 315.
Vítor é o 12º com 275.

Faltam 3 corridas para o fim da temporada e parece improvável que Dixon perca o título. Mas vale a pena continuar acompanhando pelas demostrações de garra e ousadia de Hélio e Tony. E torcer para que Vítor e Danica tenham melhor sorte nas próximas provas.

Classificação Final da Prova


geração de imagens: grandepremio.com.br

Dixon é pole em Kentucky

sexta-feira, 8 de agosto de 2008


Só informando os tempos, pois daqui a pouco já é a corrida.

Até mais.

geração de imagens: grandepremio.com.br

1º Treino livre para o GP do Kentucky

Ganassi dominando com Dixon e o ameçado Wheldon em 2º. Dânica em 3º (ela já foi pole nessa pista em 2005). Vítor Meira em 6º (Go Vítor!!!), Hélio em 7º e Tony em 9º.

fonte: grandepremio.com.br

Tony Kanaan fica na Andretti Green em 2009

Boa notícia para quem gosta do Tony e da Andretti Green.

Depois de intensas (e quase concluídas) negociações de Tony Kanaan com a Chip Ganassi, T.K decidiu permancer na equipe em que corre desde o início de sua participação na IRL (em 2002).

De acordo com o site
grandepremio.com.br, Tony chegou a estar realmente muito perto de ir para a Ganassi. Chip Ganassi, dono da equipe que leva seu nome, ficou bastante desapontado, pois contava com o piloto para o lugar de Dan Wheldon, que pensa em sair e ir para a Nascar.

Bom que o casamento Kanaan-AGR continuará por mais 5 anos. Mas um detalhe da notícia preocupa: Kanaan disse que este será seu último contrato na IRL. Ele já correu 94 vezes na IRL, sendo apenas 1 prova em outra equipe, justamente a de sua estréia que foi pela extinta equipe Mo Nunn.

Até mais.

Treinos em Kentucky

Olá amigos da velocidade, olá amigos da Fórmula Indy.

Hoje é o dia do treino oficial para a prova de amanhã (19:30h na Rede 21 e BandSports, a partir de 20:15h na Band).
O treino também será as 19:30 da noite.

Abaixo está a lista com a ordem de entrada dos carros para o treino oficial:

1- Hideki Mutoh
2- Marco Andretti
3- Graham Rahal
4- Marty Roth
5- Ryan Briscoe
6- Jaime Câmara
7- Buddy Rice
8- A.J. Foyt IV
9- Ed Carpenter
10- Bruno Junqueira
11- Mario Moraes
12- Vitor Meira
13- Ernesto Viso
14- Tony Kanaan
15- Darren Manning
16- Sarah Fisher
17- Milka Duno
18- Scott Dixon
19- Helio Castroneves
20- Enrique Bernoldi
21- Ryan Hunter Reay
22- Oriol Servia
23- Will Power
24- Danica Patrick
25- Justin Wilson
26- Dan Wheldon



No ano passado, o grid de largada foi este:


Boa sorte para nossos pilotos brasileiros.

Até mais.

Expectativas de Tony Kanaan para o GP de Kentucky

quinta-feira, 7 de agosto de 2008

Olá amigos da velocidade, olá amigos da Fórmula Indy.
Já estamos bem próximos da próxima prova, no sábado em Kentucky. No site grandepremio.com.br, Tony falou um pouco sobre o que espera para a prova.

"Com 18 carros, era possível andar com um acerto bastante agressivo porque não encontrávamos muitos retardatários. Neste ano, com 26 carros, vamos ultrapassar sempre, então mudou muito. Vamos estudar qual acerto utilizaremos, mas acredito que o tráfego será o xis da corrida" Com a vinda das equipes da ChampCar, o tráfego pode se tornar um importante fator para a corrida, quem souber negociar melhor vai ter uma grande vantagem frente aos adversários.

Além disso, Tony considera que algumas equipes cresceram nas últimas corridas (eu posso citar a Newmann-Hass), o que vai deixar a corrida ainda mais competitiva.

E é isso, até mais!!!

E começa a especulação no mercado de pilotos

terça-feira, 5 de agosto de 2008

Olá amigos da velocidade, olá amigos da Fórmula Indy.

Na coluna do Willy Herrmann no site da Band, ele nos trouxe alguns dos boatos para os pilotos e equipes que disputarão o campeonato do ano que vem. E eis que temos algumas surpresas:

- Ryan Briscoe sai ou não da Penske?
Pelo jeito, não sairá. Parece que Roger Penske detesta demitir pilotos e estes contarem os segredos de sua equipe para as demais equipes. Então, uma (ótima) vaga a menos para o mercado.

- Tony Kanaan sai ou não da Andretti-Green?
Ainda é uma incógnita. Falava-se dele na Penske, mas com essa relutância de Roger Penske, isso provavelmente não vai acontecer. A novidade é que Tony poderia ir para a equipe Forsythe, esta que estava com volta prevista para 2010, mas que pode antecipá-la já para o ano que vem. Se realmente se confirmar este boato, Tony estará numa ótima equipe (campeã várias vezes na ChampCar, a última foi com Paul Tracy).

- Se Tony Kanaan sair da Andretti-Green quem irá para seu lugar?
Existem 2 possíveis (e bons) candidatos: Ryan Hunter Reay (que vem se destacando na Rahal Letterman e Vítor Meira (que, com todo o respeito, vem pastando na Panther). O primeiro com mais chances que o segundo. Mas dizem que Vítor quase fechou com a AGR no ano passado. Então creio que estão em condições de igualdade.

Agora uma bomba: Danica Patrick pode sair da Andretti-Green.
Isso foi o que disse Willy Herrmann. E faz sentido. Depois do "pequeno engano" de Marco Andretti, ao ser precipitado em uma ultrapassagem em Danica na prova de Edmonton, houve uma reunião na equipe e, dizem, não foi das mais amigáveis. Isso, somado ao descontentamento de Tony e, agora, o de Danica, justificaria sua saída.
Para onde ela vai? Dizem que também para a Forsythe....

É isso, quando pintar mais novidades no mercado de pilotos na Indy, sempre informarei por aki.

Até mais!

Próxima etapa: GP do Kentucky - 09/08

sexta-feira, 1 de agosto de 2008

Olá amigos da velocidade, olá amigos da Fórmula Indy/IRL.
Após a maratona de 6 provas em fins de semanas consecutivos, a próxima etapa da Indy será no oval de Kentucky.
Um oval de 1,5 milhas, de alta velocidade, tendo inclinação nas curvas que lembram a pista de Las Vegas.
Em 2007, Tony Kanaan, que largou na pole, venceu a prova, completando as 200 voltas em 1hora e 38 minutos. O 2º colocado foi Scott Dixon e o terceiro foi A.J. Foyt IV. Foi nesta pista que tivemos mais uma decolagem de Dario Franchitti, na volta final da prova, sem qualquer ferimento ao piloto. Hélio Castroneves terminou em 9º com Vítor Meira logo atrás em 10º.
A prova será transmitida pelo Canal 21 e Bandsports a partir das 7 e meia da noite.
Até mais!



Calendário 2009 - cheio de novidades!

Olá amigos da velocidade, olá amigos da Fórmula Indy.

Na quarta-feira (30/07), os organizadores da Fórmula Indy/IRL, divulgaram o calendário para a próxima temporada. As principais novidades são a mudança de Homestead como última corrida da temporada (até este ano, era a de abertura), Motegi como penúltima (era a 2ª da temporada), as inclusões de Long Beach e Toronto (provas da antiga ChampCar), a saída de Nashville (o motivo divulgado é a falta de público na prova, dizem que os pilotos não gostam muito da pista também, por ter um acerto muito difícil) e a mudança de data de Mid Ohio, acabando com a maratona de 6 provas seguidas (que acabou a poucas semanas nesta temporada).

15 de abril: St. Peterburg (rua)
19 de abril: Long Beach (rua, ex-ChampCar)
26 de abril: Kansas (oval)
24 de maio: Indianápolis (oval)
31 de maio: Milwaukee (oval)
06 de junho: Texas (oval)
21 de junho: Iowa (oval)
27 de junho: Richmond (oval)
05 de julho: Watkins Glen (misto)
12 de julho: Toronto (rua, ex-ChampCar)
26 de julho: Edmonton (rua)
01 de agosto: Kentucky (oval)
09 de agosto: Mid-Ohio (misto)
23 de agosto: Infineon (misto)
29 de agosto: Chicago (oval)
06 de setembro: Detroit (rua)
19 de setembro: Motegi (oval)
11 de outubro: Homestead (oval)

Agora é esperarmos pelas mudanças de pilotos e equipes, o que terá início a partir do mês de Setembro. Até mais!